Sem ritmo, Douglas não deverá atuar contra o Flamengo por 90 minutos

Sem ritmo. Esse foi o primeiro diagnóstico da comissão técnica do Vasco sobre Douglas. A resposta física do meia de 32 anos, após os primeiros treinamentos, ontem, com direito a atividade em período integral ontem, será o termômetro para o técnico Adilson Batista saber como usá-lo no clássico contra o Flamengo, no domingo.

Se depender de documentação, tudo certo. As pendências na Federação do Rio foram sanadas no fim da tarde de ontem, e o meia está apto para vestir a camisa 10 pela primeira vez. Pedro Ken, que havia herdado o número de Juninho, cedeu-o ao novo companheiro e pegou a oito.

Douglas teve seus exames repassados pelo Corinthians e a avaliação foi positiva. No entanto, como estava sem atuar por noventa minutos há algum tempo no Corinthians, sua escalação como titular é bastante improvável. O treinador deve fazer como fez nas atividades de ontem: usá-lo com moderação.

Douglas chegou a fazer um gol no coletivo da manhã, ao qual se juntou com a atividade já iniciada. À tarde, realizou um treino tático atuando como coringa nas duas equipes. Os treinos de hoje, amanhã e sábado serão de apenas um período, e o jogador terá mais tempo para recuperar.

Fora de campo, a diretoria do Vasco fez valer o desejo do presidente Roberto Dinamite e a posição de mandante do clube, e abaixou o preço dos ingressos para a partida. O mais barato custará R$ 80, valor menor que o do Fla-Flu (R$ 100). As vendas nos postos começam hoje, e Guiñazú, que volta ao time, espera um jogo emocionante.

— Clássico é tudo. A preparação é diferente. O jogador fica pensando a semana toda se vai jogar. Tem que se sentir diferente. Tomara que seja legal, com o apoio dos torcedores. Espero um clássico lindo e bem jogado — afirmou o argentino.

 Fonte: Extra

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠