Douglas nem bem chegou, mas já ocupa lugar há tempos vago no Vasco

 

O meia Douglas já está aprovado por comissão técnica, diretoria e torcedores. Bastaram duas partidas para o ex-jogador do Corinthians tomar conta do setor de criação e ocupar espaço até então vago. O Vasco sentia falta de um camisa 10 desde a temporada 2012, quando Diego Souza encerrou trajetória de sucesso em São Januário e abandonou o clube. Douglas é tratado como fundamental e recebe elogios de todos os lados após menos de dez dias no Cruzmaltino.

Importante para o esquema de Adilson Batista, Douglas foi exigido durante os 90min da vitória sobre o Bangu por 2 a 0, nesta quarta-feira. Mesmo cansado no período final do confronto, ele organizou o time, deu combate quando estava sem a bola e liderou os companheiros.

A capacidade de adaptação ao novo clube em tão pouco rende elogios a todo momento. Mesmo sem ter sido brilhante em Moça Bonita e com uma atuação menos destacada que na estreia contra o Flamengo, Douglas teve a sua exibição exaltada. Para Adilson Batista, nem o gramado ruim de Moça Bonita foi capaz de incomodá-lo.

“O gramado atrapalha menos quem tem habilidade. Mesmo sem as melhores condições, o bom jogador consegue se virar e pensa mais rápido. Douglas tentou de tudo. Claro que era difícil dar uma acelerada por causa das imperfeições. Mas ele é um jogador diferenciado”, comentou o treinador vascaíno.

Douglas chega ao Vasco com a missão de repetir a trajetória de Diego Souza. O jogador deixou o clube na metade da temporada de 2012 e não teve um substituto à altura para envergar a camisa 10. Naquele ano, Juninho Pernambucano preferia usar a camisa 8, enquanto Felipe manteve o número 6. Em 2013, Pedro Ken ficou com a 10 – apesar de não ser exatamente um jogador com as características de um meia criativo.

Na próxima rodada do Carioca, Douglas voltará a ser peça-chave do Vasco. A equipe enfrenta a Cabofriense às 18h30 do domingo, em São Januário.

Com o triunfo sobre o Bangu, com gols de Thalles e Montoya, o Cruzmaltino se recuperou no Estadual e voltou a pressionar os líderes Fluminense e Flamengo. Com 18 pontos e na terceira colocação, o Vasco tenta se aproximar da liderança da competição mais uma vez.

Fonte: Uol

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠