Vitória pra não sambar: Vasco precisa vencer o Madureira para se reabilitar

Adilson Batista - Treino do Vasco (Foto: Bruno de Lima/ LANCE!Press)

 

O Vasco vai ao bairro de Madureira na tarde desta quinta-feira. Mas a visita não será para nenhuma feijoada ou ensaio nas quadras das tradicionais agremiações Império Serrano e Portela e, sim, para enfrentar a equipe que leva o nome do bairro – conhecido como berço do Samba –, às 16h, em Conselheiro Galvão, com transmissão em tempo real pelo LANCE!Net . E como o Cruz-Maltino perdeu para a Cabofriense, no último domingo, e viu Nova Iguaçu, Botafogo e Friburguense encostarem na tabela, precisa vencer para não sambar.

Além de jogar fora de seus domínios, o Vasco terá de driblar outros problemas. Por conta do horário, a equipe de São Januário vai enfrentar o forte calor do verão carioca e, o que talvez seja o principal problema: o gramado ruim do estádio de Conselheiro Galvão. A administração do clube fez algumas reformas, mas a tendência é que o campo ainda esteja um pouco irregular. Após o treino de ontem, último antes da partida, o técnico Adilson Batista mostrou tratar o confronto com muita importância.

– Vejo essa partida como muito importante. Estamos em busca dos nossos objetivos. Cometemos erros em alguns jogos, fomos prejudicados em outros, tivemos infelicidades em alguns que fomos superiores… Agora, precisamos pontuar nas próximas rodadas para conseguir a classificação – destacou o treinador.

POSSÍVEL NOVO ATAQUE

O Gigante da Colina pode ter um novo ataque hoje à tarde. Durante o treino de ontem, Adilson, sem confirmar a mudança, deu a entender que entrará com Thalles e Edmilson pelo fato de o gramado de Conselheiro Galvão ter medidas consideradas reduzidas, que pode contribuir para o estilo de jogo dos dois.

– Posso escalar Thalles e Edmilson. Por ser um campo menor, por ser um jogo mais de choque, eu não preciso tanto da velocidade – explicou o treinador vascaíno.

Fonte: LANCENET!

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠