Caldeirão frio: Vasco tem seu pior início de ano em casa no século 21

São Januário Vasco x Ponte Preta (Foto: Raphael Zarko)
 
 
São Januário já foi sinônimo de problema para os rivais. Em 2014, no entanto, o caldeirão vascaíno está mais frio do que de costume. Nos cinco primeiro jogos oficiais em casa na temporada, o Vasco apresentou um desempenho irregular. Foram duas vitórias, dois empates, uma derrota, oito pontos conquistados em 15 possíveis e um aproveitamento de 53,4%. Números que colocam o atual início de ano como o pior do cruz-maltino em seu estádio neste século.
 
De 2001 para cá, o Vasco apresentou desempenhos diferentes nos cinco primeiros jogos em São Januário. Mas sempre conquistou nove ou mais pontos alternando partidas pelo Campeonato Carioca, Copa do Brasil e Libertadores. O melhor desempenho no período foi em 2002, com 100% de aproveitamento. Na atual temporada, a equipe do técnico Adilson Batista venceu Friburguense e Resende, empatou com Boavista e Bonsucesso e perdeu para a Cabofriense.
 

– Tivemos mais posse de bola contra o Bonsucesso, mais volume de jogo. Mas o adversário se fecha e joga por um contra-ataque, um erro nosso. Eles só tiveram mérito no chute, porque até mesmo o início da jogada do gol foi um erro nosso. Evidente que eu gostaria de vencer. Já vi o Barcelona ter 93% de posse de bola, e o Chelsea ganhar em uma bola. Isso é o futebol. Finalizamos mais de 20 vezes e só fizemos um. O adversário deu três chutes e também marcou um. Mas vi organização, volume, controle, posse de bola… Não temos o que lamentar. Temos mais dois compromissos no estadual e vamos tentar vencê-los. Vamos tentar buscar a vantagem na semifinal. Já estamos pensando no clássico agora – resumiu o treinador citando o jogo do próximo domingo contra o Fluminense.

Os tropeços adiaram a classificação para a semifinal. Se tivesse vencido o Bonsucesso no sábado, por exemplo, o Vasco já teria confirmado a vaga. Hoje com 25 pontos e na terceira colocação, o Cruz-Maltino ainda precisa de mais um ponto para chegar à fase decisiva.

– A obrigação (da classificação antecipada) existe sempre pelo investimento, pelos jogadores de qualidade, pela torcida, pela história. Mas no futebol a gente sabe que dentro de campo há dificuldades – lembrou Adilson.

O elenco do Vasco se reapresenta na próxima terça-feira pela manhã em São Januário. A equipe volta a campo no domingo para enfrentar o Fluminense, às 18h30m (de Brasília), no Maracanã, pela 14ª rodada do Campeonato Carioca.

Fonte: Globo.com

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠