Empate aumenta pressão sobre Vasco na caça ao Fluminense


O empate deste sábado com o Bonsucesso não só adiou a classificação do Vasco como abriu possibilidade de o Fluminense aumentar em até quatro pontos a distância na segunda colocação se vencer o Duque de Caxias, neste domingo. Isso, às vésperas justamente do clássico entre os rivais.
 
Se a equipe tricolor terminar a rodada com quatro pontos de frente, o Vasco obrigatoriamente precisará derrotá-la no próximo domingo, no Maracanã. Caso contrário, não mais conseguirá tomar dela a vice-liderança e consequentemente a vantagem de jogar por dois empates na semifinal.
 
“É um confronto aguardado pelo adversário que é, pelo bom trabalho do Renato (Gaúcho, treinador do Fluminense), pelos bons jogadores dos dois lados, pela rivalidade e pelos nossos objetivos. Então, vamos ter que nos preparar adequadamente”, reconheceu o técnico Adilson Batista, ainda abatido pelo empate por 1 a 1 com o Bonsucesso.
 
O tropeço em casa, que não foi maior graças ao gol marcado aos 39 minutos do segundo tempo, provocou vaias de parte da torcida vascaína presente em São Januário. Adilson se mostrou incomodado, porém se cobrou calma para agir com razão. Calma que ele precisará ter também para preparar seu time a partir de terça-feira.
 
“É claro que tenho (já em mente o time), mas jogador vai se escalando, pelo seu rendimento (nos treinos e jogos). O atleta tem que dar retorno. Se entra bem, vai se segurando no time. Aí você vai moldando, encaixando dentro daquilo que tem em mente. O rendimento faz com que você altere uma coisinha ou outra”, falou.
 
Antes disso, ele e seus comandados provavelmente torcerão contra o Fluminense, neste domingo. O time de Renato Gaúcho vai a campo às 16 horas (de Brasília) para enfrentar o Duque de Caxias e, se sair vitorioso, abrirá quatro pontos de diferença para o até o momento terceiro colocado Vasco.
 
Fonte: Gazeta Esportiva

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠