Vasco, Flamengo e Fluminense se opõem à Ferj, que compara ato aos protestos dos garis

 

Na véspera das eleições da  Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj), Flamengo, Fluminense e Vasco decidiram se reunir na noite desta segunda-feira em oposição a Rubens Lopes, atual presidente da entidade e candidato da única chapa do pleito para o triênio 2015/2018. O encontro foi confirmado pelas assessorias dos clubes, que planejam firmar uma posição conjunta. Intenção que irritou o mandatário.

Em entrevista à Rádio Globo, Rubinho se mostrou surpreso com o movimento, tratou como de “cunho político” e comparou o ato aos protestos dos garis durante o carnaval no Rio de Janeiro, que ficou com várias ruas sujas de lixo devido à greve da classe.

– Fico extremamente surpreso, perplexo com uma movimentação em vésperas de eleições, querendo desviar o foco e dar satisfações aos torcedores. O cunho é político. Mal comparando com uma determinada classe trabalhadora que resolveu fazer um movimento grevista no Carnaval, que poderia ter sido feita em qualquer época e não numa ocasião que causaria enormes transtornos.

A eleição na Ferj será na tarde desta terça-feira. A primeira convocação ocorre às 12h30m (de Brasília), e o início está previsto para 13h. Candidato único, Rubinho deverá ser reeleito por aclamação.

Fonte: GloboEsporte.com

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠