Presidentes dos clubes pequenos criticam Vasco e outros grandes

Rubens Lopes (Foto: Vicente Seda)

 

Flamengo, Fluminense e Vasco estão sozinhos na oposição à Federação do Rio. Os clubes de menor investimento que disputam a Série A do Estadual demonstraram total apoio a Rubens Lopes, reeleito para a presidência da Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj) nesta terça-feira, mesmo depois de uma nota divulgada pelo trio na noite desta segunda-feira, exigindo mudanças na administração da entidade e se colocando contra a eleição do mandatário.Durante o pleito, os partidários de Rubens Lopes chegaram a divulgar uma nota de repúdio aos três de maior investimento.

O GloboEsporte.com ouviu presidentes e representantes de nove equipes, que construíram uma unanimidade: Cabofriense, Bonsucesso, Bangu, Friburguense, Nova Iguaçu, Madureira, Macaé e Volta Redonda são a favor de Rubinho. Boavista, Duque de Caxias e Audax foram procurados para comentar o assunto, mas ninguém foi encontrado durante toda a manhã e início da tarde desta terça. O Nova Iguaçu manifestou sua posição favorável, mas não quis comentar.

 
Nota de repúdio dos clubes pequenos a Fla, Flu e Vasco na Ferj (Foto: Vicente Seda)

As críticas a Fla, Flu e Vasco dizem respeito principalmente ao descaso desses com o Campeonato Carioca, competição muitas vezes usada por eles como uma extensão da pré-temporada.

– Os clubes de mais investimento é que abandonam a Federação – disparou Zeca Simões, presidente do Bonsucesso.

Confira abaixo a declaração de cada clube:

Cabofriense: ‘Atuação valiosa de Rubinho’

– Para mim, que estou envolvido no futebol há tantos anos, claro que vou acompanhar o Rubinho. Não só pelo futebol, mas pela estrutura que ele oferece e por tudo que tem feito. Acompanhei algumas gestões da Ferj, principalmente a do Eduardo Viana, e sei o quanto está sendo valioso o Rubinho à frente da Federação. No passado, quando a Cabofriense caiu, nós não culpamos ninguém. Culpamos a nós mesmos por não montar uma equipe competitiva, olhar o campeonato de uma outra maneira. Não posso penalizar tudo o que foi feito pela Ferj por uma competição que, talvez, não tem dado muito certo. O calendário deste ano foi muito prejudicado pela Copa do Mundo – Valdemir Mendes, presidente.

Bonsucesso: grandes abandonam a Federação

– Somos a favor da presidência. Os clubes de mais investimento é que abandonam a Federação. Pelo depoimento do presidente, muitos deles só aparecem na hora que precisam de dinheiro, pedem adiantamento da cota. Na hora de se reunir para o Arbitral, a maioria dos grandes não vai. Pelo que eu entendi, os clubes grandes estão querendo uma melhor prestação de contas, mas tudo é prestado no Arbitral, é tudo aprovado. Agora, eles não se fortalecem, brigam o ano todo. E outra, por que tem que sair da Federação para ir lá para um canto da Zona Sul se reunir? Eu não entendi – Zeca Simões, presidente.

Bangu: supresa com postura dos grandes

– O Bangu é a favor da atual presidência. Até porque os clubes estavam, a princípio, favoráveis ao Rubinho. Foi até uma surpresa essa nota a respeito de uma, abre aspas, “rebelião” dos três grandes. O Vasco estava apoiando, não sei o que o fez mudar. Vi que eles querem negociar o direito dos direitos de transmissão. Mas quem negocia isso são os clubes grandes, não a Federação. Se isso é bom ou ruim, quem negociou foram os presidentes dos quatro. Algumas coisas eu não consigo entender. Eles querem um fortalecimento dos menores, então por que eles não ajudam mais? Pelo contrário, pegam mais e mais cota para eles – Jorge Varela, presidente.

Friburguense: carioca merece mais discussão

– O Friburguense é a favor. Só acho que têm que ser discutidas algumas coisas. O que eu vejo realmente é que o Carioca está em um declínio pela falta de os grandes trabalharem mais com a gente. Só se fala em botar o time reserva, em usar o Carioca para pré-temporada. O problema não está no presidente. Acho que o produto que a gente tem é forte, mas está em declínio porque a postura principalmente dos grandes tem sido essa. Sempre deixam claro que o time que vai disputar o Carioca é o time B, não sei se já é para precaver maus resultados. Pelo menos com a gente, a presidência sempre atende – Joel Siqueira, supervisor.

Madureira: grandes tiveram tempo de fazer sugestões

– O Madureira é totalmente a favor da presidência. Estou aqui há 20 anos, já vi movimentos como esses algumas vezes. Esse negócio de culpar a tabela, regulamento da competição. Na verdade, eles (quatro grandes) não participam das discussões, não dão uma sugestão e colocam a culpa toda no presidente da Federação. Eles tiveram tempo suficiente para apresentar sugestões. O Flu, inclusive, convocou uma reunião para isso. Fui convocado, compareci, mas não tinha nenhuma sugestão. Lamento muito a posição da presidência do Vasco, que assinou a chapa da presidência da Federação e depois se posicionou contra. E depois diz que não sabe se é a favor ou contra. Lamento muito. Já vi discussões sobre isso, mas com pessoas mais inteligente – Elias Duba, presidente.

Macaé: todos assinaram o regulamento

– O Macaé é a favor, não sou contra não. Se não fosse a favor, não teria assinado o documento junto com o Vasco, Fluminense e Flamengo, que todo mundo assinou. Aí chega depois e diz que não vai votar? – Mirinho, presidente.

Volta Redonda: alarde desnecessário

– Sou a favor. Eu acho que ele tem feito um bom trabalho à frente da federação. Tem um carinho especial com os times de menor investimento e está sempre disposto a nos ajudar. No momento, não tem outra pessoa melhor para ocupar o cargo. Eu não entendo, em um momento
desse, fazer esse alarde todo na imprensa. Se os quatro grandes não concordam, porque eles não se unem e lançam um candidato nas eleições? Não adianta chamar a imprensa e denegrir a imagem da federação perante jogadores, clubes e torcidas. Isso leva o campeonato a ficar sem público. Que coloquem um candidato para concorrer, é o mais justo. Inflamar a imprensa é uma covardia muito grande – Rogério Loureiro, presidente.

Resende: apoio aos pequenos é fundamental

– É uma presidência que me agrada. Eu acho que o apoio aos times pequenos é o principal motivo e eu, como representante do Resende, que faz parte desse grupo, estou satisfeito com a atual gestão, Ricardo Tufick, presidente.

Fonte: GloboEsporte.com

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠