Mesmo com capacidade máxima liberada, São Januário está hoje 46% “menor”

São Januário já recebeu mais de 40 mil pessoas em 1978. Hoje só abriga cerca de 21 mil

O aumento da capacidade de São Januário para a partida entre Vasco e Corinthians, na próxima quinta-feira, às 22h, foi muito comemorada dentro do clube. Mas mesmo podendo abrigar agora 21.880 torcedores, o Cruzmaltino vê uma redução de 46% em relação ao máximo que seu estádio já conseguiu comportar.

Em 1978, na vitória do Vasco por 2 a 0 sobre o Londrina, 40.209 torcedores estiveram presentes. Já na final da Copa Libertadores de 1998, 36 mil pessoas compareceram, quatro mil a mais que na decisão da Copa João Havelange de 2000, jogo que marcou a queda do alambrado e que contribuiu bastante para as medidas que viriam a seguir no Estatuto do Torcedor.

Uma das leis, por exemplo, exige que estádios com mais de 20 mil lugares sejam monitorados por câmeras e possam contar com assistência médica proporcional ao público. Em dificuldades financeiras no início dos anos 2000, o Cruzmaltino baixou a lotação para 18 mil torcedores e promoveu as mudanças na sequência, conseguindo pouco tempo depois aumentar a capacidade para 24.800 torcedores. Novas exigências, porém, voltaram a diminuir o espaço, que passou a comportar 20 mil espectadores e, mais recentemente, 15.311, o que chegou a causar uma redução de 62%.

Na busca pela ampliação da capacidade, o Vasco realizou obras no intuito de dar uma melhor evacuação ao público. Por exigência do Corpo de Bombeiros, o Cruzmaltino aumentou o número de catracas e modificou a abertura dos portões. Se fez necessário também que o clube renovasse o LPCI (Laudo  de Proteção Contra Incêndios) e adquirisse o novo Certificado de Registro (CR) do estádio junto ao órgão, algo que foi obtido após vistoria na última quinta-feira.

Os ingressos para Vasco x Corinthians começarão a ser vendidos na próxima segunda-feira e os torcedores da equipe paulistas terão direito a 10% da carga, embora organizadas cruzmaltinas pressionem a diretoria para que apenas 5% seja cedido, assim como ocorreu para os visitantes no jogo do turno, realizado em São Paulo.

Fonte: UOL Esportes

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠