Evander e Andrey realizam trabalho à parte para se juntar ao elenco em 2016

Andrey (esq.) e Evander (dir.) sequer estão treinando mais com os juniores do Cruz-Maltino (Foto: Divulgação / Vasco)

O foco do Vasco em 2016 está na base, e duas das principais promessas do clube estão sendo cuidadosamente preparadas para se juntarem aos profissionais na próxima pré-temporada, que será realizada no Centro de Treinamento João Havelange, em Pinheiral (RJ). Evander e Andrey, de 17 anos, voltaram aos trabalhos em São Januário na última semana após defender a seleção brasileira no Mundial da categoria – o Brasil foi eliminado pela Nigéria nas quartas de final do torneio. E desde então, eles foram retirados dos treinos com os juniores para fazer uma programação específica no Centro Avançado de Prevenção, Recuperação e Rendimento Esportivo (Caprres) do Cruz-Maltino.

O departamento ainda trabalha mais com os jogadores profissionais, mas ao longo de 2015 atendeu também alguns jovens da base, como o lateral-esquerdo Alan Cardoso, o meia Mateus Pet e os atacantes Renato Kayzer e Caio Monteiro. Até entrarem de férias em dezembro, Evander e Andrey serão acompanhados de perto pelo coordenador científico do clube, Alex Evangelista. Ele revelou que o meia apresentou um desequilíbrio muscular ao retornar da seleção e explicou a programação que vem sendo desenvolvida com a dupla.

– Os jogadores quando retornam da Seleção Brasileira, na grande maioria das vezes, são logo colocados para jogar. Aqui no Vasco, entretanto, o pensamento é diferente. Primeiro fazemos avaliações do padrão ouro e, se o atleta apresentar um desequilíbrio grande, indicamos qual é o trabalho seguinte mais apropriado. No caso do Evander, que apresentou um desequilíbrio na coxa, preparamos um trabalho para que ele ganhe massa muscular. O Andrey passou um período conosco fazendo uma recuperação do tornozelo e durante esse tempo passou por uma ajuste muscular. Hoje ele carrega esse benefício e não sentiu tanto o atual processo de reorganização muscular. Ele segue equilibrado – declarou Evangelista, em entrevista ao site oficial do Vasco.

Segundo levantamento do próprio site cruz-maltino, o aproveitamento dos jovens no profissional é o maior dos últimos cinco anos: o time atuou com atletas oriundos de sua base em todas as 65 partidas da temporada até aqui. Luan, com 43 jogos, foi o mais utilizado, e o elenco ainda conta com Bruno Gallo, Thalles, Jordi, Charles, Henrique, Lorran, Jomar, Renato Kayzer, Romarinho, Gabriel Félix e Mateus Pet. Segundo Álvaro Miranda, diretor geral das categorias de base, a meta do Vasco é ter em breve 50% do elenco de pratas da casa.

– Lançar jovens sempre foi uma marca do Vasco ao longo de sua história. Muitos são os jogadores que revelamos e se destacaram no cenário do futebol. O Coutinho e o Alex Teixeira, que hoje estão brilhando na Europa, são frutos do trabalho que o clube voltou a desenvolver no fim do ano passado. O Luan e o Bruno Gallo também fazem parte desse processo. O aproveitamento da base cresceu neste ano, mas queremos aumentá-lo ainda mais no ano que vem. Nosso objetivo é ter no futuro um elenco profissional com 50% de pratas da casa. Depende de muitos fatores para isso acontecer, mas iremos lutar para alcançar essa meta. Uma coisa, porém, é certa: a base sempre será valorizada aqui no clube – afirmou.

Fonte: GloboEsporte.com

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠