Vasco x Corinthians será prova de fogo para São Januário receber clássicos


Liberado para comportar 21.880 torcedores, São Januário passará por uma grande prova de fogo nesta quinta-feira, às 22h, na partida entre Vasco e Corinthians, para mostrar que tem condições de receber clássicos cariocas.

Com obras e adaptações exigidas pelo Corpo de Bombeiros, o estádio conseguiu aumentar sua capacidade em mais de seis mil lugares, algo que, somado a uma boa organização e segurança no duelo entre cariocas e paulistas, poderá embasar ainda mais argumentos ao Cruzmaltino em seu desejo de levar partidas contra Botafogo, Flamengo e Fluminense ao local.

De acordo com o comandante do Grupamento Especial de Policiamento em Estádios (Gepe), major Silvio Luiz, a única pendência para a realização de clássicos em São Januário está no consenso entre as diretorias.

“São Januário já tem há alguns anos um laudo para a liberação de clássicos em São Januário, sempre levando em consideração a proporção de 90% para 10% (a divisão da cota de ingressos para visitantes). Basta que os clubes se acertem neste sentido, mas alguns não aceitam”, disse ao UOL Esporte.

Para o jogo desta quinta, o Vasco cederá 10% da carga dos bilhetes aos corintianos, o que significa algo em torno de 2 mil entradas aos paulistas.

Cercado de expectativa em função do histórico de rivalidade entre as torcidas e a possibilidade do Corinthians ser campeão brasileiro ou o Vasco escapar da zona de rebaixamento, o duelo terá um esquema de segurança especial e um policiamento reforçado. Ao todo, 180 homens do Gepe estarão no estádio e terão o auxílio externo do 4º Batalhão (São Cristóvão), da cavalaria e do Batalhão de Choque. O setor visitante será isolado.

“O setor dos visitantes será isolado. Faremos uma fiscalização e só será permitido entrar quem estiver com o ingresso destinado a este setor”, informou o major.

Sempre acompanhando de perto as movimentações das organizadas do Rio de Janeiro, o comandante do Gepe demonstra alívio com o pacto de paz ocorrido na torcida “Força Jovem do Vasco” mês passado. Até então, um racha interno estava promovendo brigas entre grupos rivais da agremiação em jogos do Cruzmaltino, algo que obrigava o grupamento a realizar um monitoramento especial para este tipo de situação.

“Tínhamos que ter uma preocupação porque quando esses grupos da Força Jovem se encontravam, brigavam. Nós continuamos dando uma atenção, mas realmente eles se acertaram e não estão, num primeiro momento, brigando mais. Vamos acompanhar e esperar que isso se mantenha”, declarou Silvio Luiz.

O último clássico disputado em São Januário foi em 2005, contra o Flamengo, quando o Vasco venceu por 2 a 1. Ao longo da história, o Cruzmaltino enfrentou o Rubro-Negro em seu estádio 34 vezes, o Fluminense 46 vezes e o Botafogo 43 vezes.

Fonte: UOL Esporte

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠