Jorginho rebate receio de Tite sobre jogo: “Vai ser completamente seguro”


Tite afirmou, Jorginho rebateu. Minutos depois de o técnico do Corinthians dizer que não levaria parentes a São Januário por estar preocupado com a segurança, o treinador vascaíno tratou de tranquilizar os torcedores alvinegros que pretendem ir ao jogo desta quinta-feira, pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro. Em entrevista coletiva na noite desta quarta, o comandante disse não acreditar em novos episódios de violência entre as torcidas dos dois clubes e fez até um apelo aos cruz-maltinos, citando que espera ser recebido da mesma forma quando voltar a jogar na Arena Corinthians.

– Respeito a declaração do Tite. Além de um grande treinador, ele é um grande ser humano por tudo que a gente ouve das pessoas que trabalham com ele. Mas discordo, porque aqui vai ser completamente seguro. O local aqui é pacificado. Isso vai ter em todos os jogos. A rivalidade vai acontecer, mas o carioca é muito acolhedor. Acho que vai ser um grande jogo, mas muito pacífico. Acho que a disputa vai acontecer dentro de campo, com lealdade. Faço o apelo ao torcedor: um dia vamos voltar para lá. E em todos os jogos em que participei, o torcedor nunca foi violento. Podem vir mulheres, crianças, que vão ser muito bem tratadas – assegurou.

As torcidas de Vasco e Corinthians se envolveram em episódios recentes de confrontos dentro e fora do estádio. Pelo Brasileiro de 2013, uma confusão tomou conta das arquibancadas do Mané Garrincha, em Brasília, quando membros de organizadas do Timão aproveitaram o fato de o estádio não contar com divisórias para invadir o setor destinado aos vascaínos. Este ano, em julho, uma nova briga aconteceu quando torcedores dos dois clubes se encontraram no Aeroporto Internacional Governador Aluízio Alves, em Natal, onde ambos os times iriam jogar pela Copa do Brasil. Nos últimos dias, chegou a circular nas redes sociais uma suposta ameaça de cruz-maltinos a corintianos, mas a polícia minimizou o fato. Por via das dúvidas, o policiamento estará reforçado com 210 homens do Grupamento Especial de Policiamento em Estádios (Gepe), 150 PMs e 20 viaturas, além de seguranças privados.

Jorginho também comemorou o fato de poder contar com Rafael Silva, que seria julgado na manhã desta quarta-feira no Pleno do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), mas as pautas do final da sessão foram adiadas por conta de atraso e compromisso dos auditores. Com isso, o técnico confirmou o atacante de titular, porém, despistou sobre a dúvida no meio de campo: quem fará a dupla de volantes com Diguinho, Serginho ou Bruno Gallo?

– Não posso confirmar se o Gallo volta, não vou falar sobre essa situação. A gente treinou de algumas formas essa semana, até sem o Rafael. Como ele está liberado, com certeza joga. A importância dele é muito grande. Quando está em campo, não falta chute, ele sempre arrisca. Tem sido muito importante para a equipe.

Com 33 pontos, o Vasco segue na zona de rebaixamento do Brasileiro, mas com a arrancada já diminuiu a diferença para o primeiro clube fora do Z-4 de 13 para apenas dois pontos. Restando quatro rodadas para o fim do campeonato, o Cruz-Maltino volta a campo nesta quinta-feira para enfrentar o Corinthians, às 22h (de Brasília), em São Januário.

Fonte: GloboEsporte.com

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠