Vasco perde parte de bilheteria e tenta acordo em ação de ex-lateral

No último dia de preparação para partida decisiva para o clube, o Vasco recebeu um oficial de Justiça na véspera da partida contra o Corinthians nesta quarta-feira. Com mandado judicial, o oficial bloqueou parcialmente a renda da bilheteria do jogo desta quinta-feira. A penhora, deferida em decisão da 31ª Vara do Tribunal Regional do Trabalho, atendeu a cobrança de Márcio Careca, ex-lateral do Vasco. O clube perdeu cerca de R$ 8 mil com a penhora da bilheteria, mas tenta acordo para evitar novas penhoras – o Vasco ainda enfrenta o Santos no Rio pelo Brasileiro.

O processo de Careca é do meio do ano passado. O jogador cobrava total de R$ 350 mil de dívida trabalhista, através de ação do advogado Rogerio Lanzoti, de São Paulo, que já tentara penhorar a premiação do título estadual de 2015 – sem sucesso. O advogado de Careca admitiu a possibilidade de acordo e confirmou penhora dessa tarde de quarta-feira em contato com o GloboEsporte.com, no início da noite dessa quarta-feira.

– O Vasco fez contato com meu escritório na tentativa de chegar a uma composição para se livrar de novas tentativas de penhora. Mas ainda não há nada concretizado de acordo. Precisa ser feita a homologação desse acordo, mas estamos costurando essa possibilidade de acordo – explicou o advogado de Careca.

A partir da renda parcialmente bloqueada na sede de São Januário, a diretoria do Vasco considera o caso praticamente resolvido, sem ameaça de novas penhoras neste caso. Recentemente, o departamento jurídico fez outro acordo com Jonas, outro ex-lateral – esse jogava pela direita e veio do Coritiba. O processo do jogador ameaçava a principal renda de patrocinador do Vasco, a verba da Caixa Econômica Federal.
Recentemente, antes do jogo contra o Grêmio, ex-funcionários do Vasco conseguiram liminar para bloquear a renda da partida, mas o clube se mobilizou para reverter o caso – após pagar quantia e iniciar novos entendimentos com credores.

Fonte: GloboEsporte.com

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠