Vasco fecha parceria e patrocinador faz desafio em comercial

Lacta ocupa espaço atrás da camisa, abaixo do número (Foto: Divulgação )

Na luta dramática contra o rebaixamento, o Vasco vai atrás de captação de receitas no fim da temporada. Depois de fechar com o Hotel Urbano para a reta final do Brasileiro, o Vasco tem nova parceira. A Mondelez Brasil, filial da multinacional fabricante de chocolate da Suíça, vai estampar a camisa vascaína na partida contra o Joinville. A campanha de marketing da marca Lacta 5Star, um novo chocolate da maior fabricante mundial do segmento, faz um desafio aos torcedores: morder o chocolate e acreditar em tudo, até em salvar o Vasco do rebaixamento. Após empate com o Corinthians, faltando três partidas, o time vascaíno tem que tirar quatro pontos de diferença em nove disputados para não cair para a Série B.

No vídeo divulgado pela agência de marketing da Mondelez, executivos da empresa se reúnem e pensam onde anunciar o novo chocolate, até que um deles fala em patrocinar um time de futebol. Na sequência de imagens, homens aparecem numa festa – um deles com uma cruz de malta pintada no rosto – gritando “Vasco”, com a seguinte mensagem: “A gente acha que nosso patrocínio, depois de uma mordida, pode ajudar o Vasco a se manter na Série A. #VascoNoG16”.

É o quarto patrocínio pontual dos vascaínos em 2015. Nas finais do estadual, a Frigo Center e o mercado Charme anunciaram na camisa do clube, que faturou cerca de R$ 500 mil pelas últimas três partidas. Segundo informação do colunista da revista Época Rodrigo Capelo, o Vasco vai receber R$ 100 mil pelo anúncio contra o Joinville.

O Vasco, hoje, tem na camisa as marcas da Caixa Econômica Federal e duas de patrocínio da Viton 44 – Guaraviton e Guaravita. O clube ainda não recebeu a segunda parcela de R$ 4 milhões do banco estatal e, além disso, a marca de guaraná também tem dificuldades para fazer pagamento regular aos clubes que patrocina.

O acordo com a Mondelez estava sendo costurado pelo departamento de marketing há algumas semanas. O clube evita projetar renovações de acordos pontuais para o próximo ano, mas mantém otimismo em meio ao delicado momento econômico vivido pelo país.

Fonte: GloboEsporte.com

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠