Perto do adeus, Salles perde espaço, e Rafael Vaz deve substituir Rodrigo


Contratado junto com Rafael Silva no início de 2014, o zagueiro Anderson Salles parecia que ia decolar de vez na carreira quando chegou a São Januário. Campeão paulista pelo Ituano, destaque naquela campanha do time que era comandado por Doriva, ele veio cotado para ser titular, mas amargou a reserva com Rodrigo e Luan se firmando como dupla de zaga. O contrato do jogador vai até dezembro – mesmo caso de Rafael Silva – e ele não vai permanecer no Vasco. Na reta final, inclusive, o técnico Jorginho pouco conta com o jogador.

Com Rodrigo suspenso com cartão vermelho, Salles, antigo substituto imediato na zaga, não fica no banco há um tempo. Mais precisamente desde o empate com o São Paulo no Morumbi, dia 18 de outubro. Rafael Vaz, que jogou improvisado como volante com Jorginho, retorna a sua posição na zaga. João Carlos, contratado durante o Brasileiro e que ainda não estreou pelo Vasco, ficou no banco nos últimos jogos.

Zagueiro de boa qualidade técnica, Anderson Salles fez 29 partidas com a camisa do Vasco. Cobrador de faltas e de pênaltis, ele marcou três gols esse ano pelo time. O destino do jogador ainda não está decidido, mas é provável que Anderson volte para o futebol paulista. Recentemente, o Palmeiras havia demonstrado interesse no jogador, que não foi liberado pelo Vasco no ano passado.

No jogo contra o Corinthians, na quinta-feira à noite, Anderson Salles assistiu a partida no camarote com outros jogadores não relacionados – o goleiro Charles, o atacante Renato Kayzer e o meia Lucas.

Fonte: GloboEsporte.com

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠