Após vitória no sufoco, Nenê decreta: “Sempre tem que ser no sofrimento”

Nenê em jogo contra o Joinville: certeza de sofrimento até o fim (Foto: Paulo Fernandes / Vasco.com.br)

Assim como a torcida, a esta altura do campeonato até mesmo os jogadores sabem que o destino do Vasco vai ser definido passando longe da tranquilidade. Depois de um primeiro tempo em que controlou a partida, a equipe cruz-maltina sofreu na segunda etapa e viu a vitória quase escapar. Para o principal jogador do time, não tem jeito: as últimas duas rodadas serão da mesma maneira.

– Sempre tem que ser no sofrimento. Pelo menos ganhamos, estamos vivos e vamos acreditar até o último minuto. Fiz o meu, consegui ajudar, mas o importante era a vitória. Não sei por que sofremos essa pressão. Nós acabamos errando passes bobos, eles fizeram o gol, e no fim foi sofrimento. O que importa é que ganhamos e estamos vivos – disse Nenê, autor do primeiro gol.

O zagueiro Rafael Vaz transmitiu o mesmo pensamento. Vai ser mais na base da vontade do que na técnica que o Vasco tentará escapar do rebaixamento nas duas últimas partidas do ano.

– Sufoco. Tem mais duas partidas e vai ser desse jeito. Jogar com garra, vontade, dar a vida. Não tem muito o que fazer, não. Vai ser assim. Vamos lutar.

Fonte: GloboEsporte.com

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠