Jorginho admite que Vasco “recuou demais”, mas vê mérito do Joinville

O Vasco fez dois gols logo no começo do jogo neste domingo e parecia que venceria o Joinville com facilidade. Acabou não sendo bem assim. O adversário descontou no segundo tempo e pressionou no fim em busca do empate. Não conseguiu, mas fez o suficiente para assustar o torcedor vascaíno até o apito final. Para o técnico Jorginho, isso o que aconteceu foi reflexo da postura do time em campo.

“Acho que recuamos demais”, observou Jorginho. “Em determinado momento do segundo tempo, mantivemos a posse de bola no campo deles, girando passes de lado para o outro. Ficamos com a bola por mais de um minuto no pé e a lutamos para recuperá-la depois no campo de ataque mesmo. Isso é algo que treinamos constantemente. Depois disso, recuamos.”

O treinador, no entanto, admitiu que o recuo do Vasco também se deu pela dificuldade de se virar diante de uma ação em especial do Joinville. “Eles pegavam a bola e faziam ligação direta com o Kempes. Nós já tínhamos alertado sobre essa jogada deles ser perigosa. O Kempes não é tão alto, mas tem impulsão e faz bem o papel de pivô, segurando os zagueiros. Eles não estavam fazendo isso até então e começaram a fazer, o que dificultou muito as coisas para a nossa equipe”, analisou.

A luta do Vasco contra o rebaixamento terá sequência contra o Santos, dentro de casa, no próximo domingo. Na última rodada, o time visitará o Coritiba.

Fonte: UOL Esporte

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠