No Vasco, Jorginho alerta para os reservas do Santos e afirma: ‘Desejo uma boa derrota para nossos rivais’

Jorginho tem que torcer contra os concorrentes diretos do Vasco Foto: Bruno Marinho

A confirmação de que o Santos escalará uma equipe reserva na partida de domingo, contra o Vasco, em São Januário, faz com que o técnico Jorginho ligue o sinal de alerta quanto a um possível relaxamento do Cruz-maltino. O time carioca precisa desesperadamente da vitória e ainda por cima torcer contra Figueirense e Coritiba para seguir com chances de escapar do rebaixamento para a Série B.

— Ganhar de meio a zero já está bom. Sabemos que não vai ser fácil. O Santos não chegou onde chegou, na final da Copa do Brasil e brigando para ficar entre os quatro primeiros do Brasileiro, somente com 11 jogadores, chegou com um plantel. Mas vamos atrás da vitória. Só isso nos interessa – destacou o treinador.

Além de vencer, o Vasco precisa torcer para que Figueirense e Coritiba não vençam São Paulo e Palmeiras, respectivamente. Caso isso aconteça, o Vasco ficaria apenas com a possibilidade de empatar em número de pontos com os dois na última rodada, sendo que no critério de desempate de saldo de gols, a desvantagem vascaína é tão grande que é praticamente impossível de ser tirada. Por conta disso, Jorginho não titubeou quando questionado qual seria o cenário perfeito da rodada deste fim de semana.

— O Vasco tem que fazer a sua parte. E desejo uma boa derrota para nossos rivais – concluiu, aos risos.

Fonte: Extra

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠