Analisado por Jorginho, Andrey revela ansiedade para chance no profissional

Andrey com a medalha e o troféu de campeão sub-17: volante só jogou os dois jogos das finais, pois estava com o sub-20 Vasco (Foto: Reprodução / Instagram)

Mais do que ser campeão, a final do Campeonato Carioca Sub-17 no último sábado, em São Januário, foi a chance para os garotos do Vasco mostrarem serviço a Jorginho. O técnico esteve no estádio para acompanhar a partida ao lado de seu auxiliar Zinho e do preparador físico Joelton Urtiga e analisar jogadores que futuramente poderão ser aproveitados no profissional. Um dos que mais se destacou foi o volante Andrey, que já vinha treinando com o sub-20, tem passagem pela seleção brasileira infantil e é uma das maiores apostas da base cruz-maltina ao lado de nomes como Evander e Mateus Pet – este último já integrado ao elenco principal. O jovem de 17 anos marcou o gol do título na vitória por 1 a 0 sobre o Flamengo e revelou ansiedade para quando chegar a sua vez de subir.

– Fico muito ansioso, é o sonho de qualquer jogador subir para o profissional, ainda mais no seu time de coração. Estou esperando, tudo tem seu tempo, na hora certa eu vou subir. É o melhor momento da minha vida. Sempre tive o sonho de jogar no profissional do Vasco, e este sonho está sendo almejado categoria por categoria, ganhando títulos. Está sendo feliz para mim, espero um dia dar alegrias para a torcida – disse o jogador, em entrevista à Rádio Tupi.

 

Jorginho, Zinho e Joelton Urtiga Vasco (Foto: Carlos Gregório Jr-Vasco.com.br)

Assim como Evander, Andrey vem fazendo um trabalho especial no Centro Avançado de Prevenção, Reabilitação e Rendimento Esportivo do Vasco (Caprres) para ser integrado aos profissionais durante a próxima pré-temporada, em janeiro. O volante, que recentemente renovou contrato até o fim de 2018, tem como características o bom posicionamento e forte marcação, qualidade na saída de bola e também aparece no ataque com chutes de longa distância.

Quem também acompanhou o jogo de perto foi Eurico Miranda, que aplaudiu o time da janela da sala da presidência após o apito final. Além de Luan, que está suspenso do jogo contra o Santos neste domingo, em São Januário. O zagueiro, cria da base cruz-maltina e que já tem mais de 100 jogos no profissional, foi ao vestiário vascaíno para incentivar os garotos antes da decisão. Independentemente de qual divisão nacional o Vasco vai disputar em 2016, a tendência é que o clube passe a usar mais os jovens da base no elenco principal na próxima temporada.

 

Eurico, Vasco sub-17 (Foto: Carlos Gregório Jr-Vasco.com.br)

Fonte: GloboEsporte.com

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠