Luan crê em Flu e Corinthians e diz: “Nunca abriria mão para prejudicar outro time”


A sobrevivência do Vasco na Primeira Divisão nacional depende de Fluminense e Corinthians, que já estão de “férias” em 2015. Para evitar o terceiro rebaixamento de sua história, o Cruz-Maltino vai precisar vencer o Coritiba no próximo domingo, no Couto Pereira, e ainda torcer para o campeão brasileiro e o rival carioca tirarem pontos de Avaí e Figueirense na Arena Corinthians e no Orlando Scarpelli, respectivamente. Os números apontam a dificuldade da combinação de resultados: o risco de queda é de 88%, segundo cálculos do matemático Tristão Garcia. Mas os vascaínos seguem acreditando, como Luan.

O zagueiro, que vai voltar ao time após cumprir suspensão contra o Santos, participou na noite desta segunda-feira de um ciclo de debates sobre futebol e esportes olímpicos e paralímpicos em Botafogo, na Zona Sul do Rio de Janeiro. No evento, ele minimizou os pedidos de torcedores para entregar os jogos e prejudicar o Vasco – nas redes sociais, tricolores chegaram a criar hashtags como “#EntregaFluminense” e “#EuEscolhiTeRebaixar”. Apesar de a temporada ter sido marcada por muita rivalidade entre os clubes, Luan confia que tanto Fluminense quanto Corinthians vão ajudar o Cruz-Maltino com seus resultados.

– Torcedor não vai entrar em campo, não pode jogar. As pessoas que vão entrar em campo são atletas de futebol e querem fazer o seu melhor, até porque hoje em dia surge um bom jogador a cada mês, semana… Se você não entrar em campo e fizer seu melhor, outra pessoa vai te atropelar. Eu não tenho dúvida de que eles vão para lá tentando ganhar, fazer um bom jogo, e nós vamos fazer a nossa parte. Não gosto muito de ficar pensando, lógico que a gente depende do resultado deles, mas primordial é a gente fazer o resultado lá em Curitiba. E acabando o jogo nós vamos saber o que aconteceu. Se Deus quiser eles vão nos ajudar dessa forma, e nós vamos conseguir permanecer na Primeira Divisão. Eu nunca abriria mão de jogar para prejudicar outro time ou outro parceiro. Eles vão lá tentar o resultado, ganhar e perder é do futebol, mas que eles joguem de uma forma digna, não tenho dúvidas de que vão fazer isso.

Luan também defendeu que os jogadores, durante o duelo no Couto Pereira, não procurem saber o resultado das outras duas partidas que interessam ao clube. Segundo o defensor, isso pode prejudicar o desempenho do Vasco, que precisa fazer a sua parte. Na rodada anterior, o técnico Jorginho conseguiu blindar o elenco de informações sobre o jogo Palmeiras x Coritiba, que ocorreu quase simultaneamente à partida em São Januário – até mesmo o sistema de som do estádio não avisava notícias de gol para os torcedores.

– Jogo muito difícil porque o Coritiba também precisa do resultado. Se a gente se desligar para pensar em outro jogo acaba perdendo o foco. Eu acredito muito no fator psicológico, a gente vê cada jogo sendo perdido por falta de concentração. Isso não pode acontecer com a gente. Isso é mais para o fim do jogo, quando já estiver decidido. Quando o juiz apitar, vamos saber o que aconteceu lá – defendeu o zagueiro.

Com a vitória do Coritiba sobre o Palmeiras, o Vasco só tem um caminho para evitar o terceiro rebaixamento de sua história: ganhar o próprio Coxa dentro do Couto Pereira e torcer para Avaí não derrotar o Corinthians, na Arena Corinthians, e o Figueirense não vencer o Fluminense no Orlando Scarpelli. Todos os jogos será às 17h (de Brasília), do próximo domingo.

Fonte: Globo.com01

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠