Amizade de Jogadores do Vasco com elenco do Flu na busca para fugir da queda

Quis o destino que o futuro do Vasco no Campeonato Brasileiro esteja em boa parte nas mãos de seu arquirrival Fluminense. Cientes das trocas de farpas entre as diretorias ao longo de toda a temporada, os jogadores cruzmaltinos apelam para a amizade com alguns dos atletas do elenco tricolor na busca pela ajudinha extra na última rodada, quando além de precisar vencer o Coritiba, necessitarão que o Figueirense tropece diante da equipe das Laranjeiras – empate ou derrota – e o Avaí não vença o Corinthians.

Um dos mais próximos dos vascaínos é o atacante Magno Alves. Evangélico, ele costuma participar de cultos religiosos com os boleiros de São Januário. Na última sexta-feira, por exemplo, ele esteve em um que aconteceu na casa do meia Nenê, e que contou com a presença também do atacante Eder Luis, do zagueiro Rafael Vaz e do goleiro Diogo Silva, todos da equipe cruzmaltina. O veterano, que deverá ser titular contra o Figueira, também é muito amigo do técnico Jorginho.

“No Fluminense conheço muitos atletas e tenho uma amizade grande com o Magno Alves, um homem que tem o coração voltado para Deus. Tenho certeza que esses profissionais, de forma nenhuma, vão fazer alguma coisa deixando acontecer. São profissionais dignos. Acredito sinceramente que a gente vai alcançar o nosso objetivo”, disse Jorginho após a vitória do Vasco por 1 a 0 sobre o Santos.

nene-magno-alves-1

Outro que possui fortes ligações com os jogadores do Fluminense é Diguinho, que defendeu o Tricolor de 2009 até o ano passado. O volante mantém contato com muitos do elenco e já teria, inclusive, pedido uma ajuda aos amigos via Whatsapp, aplicativo de mensagens instantâneas por celular.

Há também o lateral esquerdo Julio Cesar, que atuou nas Laranjeiras em 2010 e 2011, sendo campeão brasileiro no primeiro ano. Daquela época ainda jogam, por exemplo, o goleiro Diego Cavalieri, o zagueiro Gum e o atacante Fred, trio que ele mantém boa relação.

Entre os mais jovens, o zagueiro tricolor Marlon e o atacante vascaíno Thalles estreitaram a amizade com as passagens pela Seleção Brasileira sub-20.

Ciente de toda a polêmica que envolve a partida, a diretoria tricolor vetou entrevistas de jogadores durante esta semana. Somente o técnico Eduardo Baptista e o vice de futebol, Mário Bittencourt, estão autorizados a falar.

Fred e Rodrigo são desafetos. Vinícius polemizou.

Porém, não é somente de forma amistosa que se constitui a relação entre os jogadores de Fluminense e Vasco. O atacante Fred e o zagueiro Rodrigo, por exemplo, são desafetos e trocaram farpas públicas após o clássico das equipes no primeiro turno do Brasileiro. Já o meia Vinícius, que está em processo de saída das Laranjeiras, polemizou ao dizer que o elenco e a torcida ficariam felizes caso o Tricolor perdesse as partidas contra os adversários diretos do Cruzmaltino.

Fluminense já ajudou muito o Vasco no Brasileiro.

Mesmo com muitos torcedores fazendo uma campanha na internet para que o time “entregue” o jogo para o Figueirense, o Fluminense já ajudou bastante o Vasco ao longo do Campeonato Brasileiro. No total, o Tricolor já tirou 19 pontos dos adversários diretos do Cruzmaltino na luta contra o rebaixamento.

Nas partidas contra Coritiba, Avaí, Figueirense, Goiás e Joinville (já rebaixado), o clube das Laranjeiras só perdeu uma vez para o Joinville e outra para o Avaí. Além disso, empatou um jogo diante do Coxa e o restante venceu.

Na antepenúltima rodada, inclusive, venceu por 3 a 1 os avaianos quando a briga embaixo da tabela já estava acirradíssima.

Fonte: UOL Esporte

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠