Vasco mantém cautela, mas observa garotada para a próxima temporada


Ao que tudo indica, o Vasco pretende aproveitar mais a garotada da base no time profissional em 2016. Nos últimos meses, o goleiro Gabriel Félix, o meia Mateus Pet e o atacante Renato Kayser passaram a treinar com a equipe principal. Ano que vem, outros quatro serão observados e podem ser incorporados: o zagueiro Kadu Fernandes, o volante Andrey e os meias Evander e Matheus Índio. O defensor é o único que estoura idade da categoria sub-20. Assim, naturalmente vai integrar os profissionais.

Não está definido, entretanto, se Andrey (17 anos), Evander (17) e Matheus Índio (19) vão participar da pré-temporada ou disputar a Copa São Paulo em janeiro. Os dois primeiros ganharam férias neste mês, já que não tiveram recesso por conta da participação no Mundial Sub-17, e não disputam o Campeonato Sub-20, no Rio Grande do Sul, a partir desse fim de semana.

Entre os que já subiram neste ano, Mateus Pet é o mais elogiado. Não estreou ainda por conta da pressão que envolve a equipe nesta reta final do Campeonato Brasileiro, mas nos treinamentos tem sido um dos destaques. Gabriel Félix, assim como Kadu Fernandes, estoura idade no ano que vem e, portanto, já subiu neste ano para ganhar experiência. Já Renato Kayser participou de três partidas, todas entrando no segundo tempo.

No Campeonato Sub-20 (antigo Brasileiro Sub-20), o técnico Rodney Gonçalves vai mesclar o time atual, que tem como principais nomes os meias Bruno Cosendey, Iago Índio e Matheus Índio, com destaques do time sub-17. O treinador manteve a cautela, mas demonstrou confiança na garotada.

– A subida de alguns provocou uma redução em nosso grupo. Por conta disso, estávamos aguardando a promoção dos atletas que foram campeões no sub-17. Vejo com bons olhos a chegada de todos, mas é preciso calma, até porque no sub-20 a coisa funciona de outra forma – disse ao site do Vasco.

Fonte: UOL Esporte

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠