Jorginho repete discurso confiante, mas avisa: “Falta a cereja do bolo”

Jorginho em São Januário: técnico aguarda a cereja do bolo e a permanência na Série A (Foto: Edgard Maciel de Sá)

A campanha de recuperação no segundo turno permitiu ao Vasco chegar vivo na última rodada do Campeonato Brasileiro. Mas ainda falta o último passo para transformar o milagre em realidade: vencer o Coritiba no domingo e torcer por tropeços de Avaí e Figueirense para poder comemorar a permanência na Série A. Essa seria a cereja do bolo para o técnico Jorginho. Na entrevista coletiva desta sexta-feira, a sua última antes do confronto decisivo diante do Coxa, o comandante deixou claro que apenas salvar o Vasco do rebaixamento vai deixá-lo satisfeito no fim dessa missão quase impossível em São Januário.

– O Coritiba é uma equipe bem perigosa. Precisamos estar bem concentrado. É o jogo do ano para a gente e acho que o mais importante foi conseguir encaixar um bom trabalho. Precisamos ainda da cereja do bolo, que é essa vitória e essa permanência. Sabemos o quanto seria difícil, mas só vamos estar completamente satisfeitos se não cairmos, se atingimos o objetivo – disse.

Segundo Jorginho, todos em São Januário estão pensando apenas no Coritiba. Primeiro é preciso o Vasco fazer sua parte antes de pensar em Avaí e Figueirense. Para quem já esteve a 13 pontos do primeiro time fora do Z-4, o cenário é animador: hoje a distância é de apenas um. Mas nada que torne a missão mais fácil.

– Todos só falam no Coritiba. Não podemos nos preocupar com que vai acontecer nos outros jogos agora. Se os resultados forem bons, ótimo. Agora afunilou muito mais. Estamos no último jogo, qualquer tropeço é fatal. Pela primeira vez estamos a apenas um ponto do primeiro time fora da zona. Nunca estivemos tão próximos assim. É difícil, mas agora a responsabilidade não é apenas nossa. Outros times também não podem tropeçar. Nós já estamos acostumados a trabalha assim – lembrou.

Enquanto a bola não rola, Jorginho tenta conter a ansiedade antes do último ato. Nesta sexta, ele completa 28 anos de casado. E já avisou: é dia de festejar.

– Eu consigo ir ao cinema, curtir minha mulher, sair para jantar. Sempre encontro torcedores e só tenho escutado incentivos. Trato todos com respeito. Até os rivais dizem que estão torcendo pela gente. Consigo relaxar sim. Claro que às vezes durmo menos, mas tenho tido bons momentos em família. Hoje (sexta) estou completando 28 anos de casado. Cristina, te amo. Você é a mulher da minha vida. Hoje tem festa, pessoal.

O Vasco volta a treinar na manhã deste sábado, em São Januário, e em seguida embarca para Curitiba. No domingo, o time joga sua permanência na Série A diante do Coritiba, às 17h (de Brasília), no Couto Pereira.

Fonte: GloboEsporte.com

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠