Avião, ônibus e até carro: dois mil vascaínos são esperados no Couto


Para os torcedores, pouco importa se a permanência do Vasco na Série A do Campeonato Brasileiro continua difícil. O importante é estar ao lado da equipe no jogo decisivo, contra o Coritiba, neste domingo, às 17h, no Couto Pereira. São esperados cerca de dois mil vascaínos no estádio, número considerado alto para visitantes, apesar de a carga total destinada ao clube ser de 3.500.

Desde sábado, torcedores chegam na capital paranaense das mais variadas formas: avião, carro ou até ônibus. O último, aliás, está previsto para chegar neste domingo, mas saiu no sábado à noite do Rio de Janeiro. Dois ônibus de torcidas organizadas do clube serão escoltados assim que entrarem no estado do Paraná. Além disso, há torcedores que viajaram de ônibus particular.

Mesmo com a necessidade de vencer e torcer por tropeços de Figueirense e Avaí, a confiança é grande entre os torcedores. O publicitário Alexandre Guimarães, por exemplo, lamentou chegar na última rodada nesta situação, mas demonstrou otimismo em uma possível reversão.

– Não precisávamos passar todo esse sufoco e chegar na última rodada dessa forma, mas agora não dá mais para lamentar. Vamos fazer a nossa parte e torcer contra o Avaí e o Figueirense. Depois de tudo que fizemos, merecemos ficar. E vamos ficar – comentou o torcedor vascaíno.

Para o jogo deste domingo, o policiamento será o mesmo utilizado no clássico entre Coritiba e Atlético-PR, o principal do estado. No total, serão mais de 500 homens espalhados dentro do estádio, nos arredores e em diferentes pontos da cidade. O major Alex Erno Breunig, subcomandante do 12º Batalhão da Polícia Militar, detalhou como será a segurança.

– Será um policiamento bem mais robusto e reforçado do que em uma outra condição. Se fosse um jogo de meio de rodada ou se não tivesse envolvido rebaixamento, seria bem diferente. Faríamos cinco bloqueios de ruas nos arredores e não 16 como será agora. Vamos, também, fazer a escolta dos ônibus da torcida do Vasco na entrada do Paraná, na BR-116. Será feita uma revista geral e pessoal com todos os torcedores – disse o major.

Fonte: Extra

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠