Ex-jogador e técnico do clube Jair Pereira: “O Vasco deixou as coisas chegarem até esse ponto”

Jair Pereira, que conhece bem o Vasco, foi jogador entre 1974, quando conquistou o Campeonato Brasileiro, e 1977, quando foi campeão carioca, e treinador em 94, conquistando o estadual daquele ano), e 95. O ex-jogador e treinador do Gigante da Colina, falou com a reportagem da Super Rádio Tupi sobre o terceiro rebaixamento do clube em oito anos.

“É com tristeza que a gente vê (o rebaixamento). Um segundo turno bom do Vasco, mas tinha que acontecer muita coisa para não descer. O Vasco deixou as coisas chegarem até esse ponto. O Jorginho, o Zinho e a comissão técnica neste segundo turno foram bem. O problema do Vasco foi no início do campeonato, e foram deixando; troca de treinadores, alguns jogadores que vieram, sem condições de jogar no Vasco. Isso atrapalha. Muita gente, um grupo recheado de jogadores com uma certa idade, isso atrapalha muito. Mas você viu o Vasco correr, disputar até o final. E a gente que tem esse sentimento vascaíno, fica triste.”

O ex-técnico e jogador cruz-maltino falou sobre como o clube deve se planejar para 2016.

“Primeiramente fazer um planejamento certo. Aproveitar alguns jogadores dos juniores e contratar jogadores que realmente tenham condições de jogar no Vasco. A comissão, o Jorginho, o Zinho, o pessoal que trabalhou agora, você sabe que eles tem gabarito para trabalhar no Vasco, pela vida deles como jogadores, como treinadores, e são duas pessoas maravilhosas. O Zinho, o Jorginho e ainda tem lá o preparador físico que é meu amigo. Então, eu acho que agora tem que repensar, tem que botar a cabeça no lugar, fazer um planejamento. Qual é o objetivo para o Vasco ano que subir? O que precisa fazer? A primeira coisa é ter uma comissão boa. Isso tem lá. Agora nós precisamos fazer contratações de jogadores. Tem que ter jogadores tecnicamente bons e inteligentes, que saibam ler o jogo, que tenham isso dentro deles. Hoje o futebol moderno é muito intensivo, então você tem que ter jogadores à esse nível. O jogador não pode só fazer o que o treinador manda. No dia a dia tem que fazer um trabalho intensivo fisicamente, tecnicamente, taticamente, e saber que ano que vem, na segunda, tem que entrar para ganhar. Então, o objetivo é esse, entrar para ganhar. O que precisa fazer para ganhar? Ter uma boa equipe.”

Fonte: Super Rádio Tupi

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠