Na Série B, Vasco terá viagens longas, encontros e reencontros


O Vasco volta à Série B e, com ele, a rotina de adversários menos tradicionais, mais viagens longas e roteiros diferente do itinerário habitual da primeira divisão do Campeonato Brasileiro. A força dos concorrentes ainda não é possível de ser medida (em 2014, o acesso não foi tão tranquilo), mas os rivais já são todos conhecidos.

Dois dos adversários em 2016 subiram com o Cruz-Maltino no ano passado e também não tiveram forças para se sustentar na elite. O Joinville havia sido o campeão daquela Série B, enquanto o Avaí foi quem aplicou uma das maiores derrotas da história vascaína. O torcedor não gosta, mas lembra daquele 5 a 0, em pleno São Januário.

Os duelos com o Bahia certamente serão alguns dos mais aguardados, tanto pelo tamanho das torcidas, quanto pela expectativa do Tricolor de Aço, que quase subiu à Série A nesta temporada. Outro duelo tradicional será contra o Goiás. Será a primeira vez que as equipes vão se encontrar na Segundona.

Uma das viagens mais longas será para Belém. Na capital do Pará, o rival é o Paysandu. Faz 10 anos que os times não se esbarram. No último duelo, Romário (2), Diego e Morais marcaram para o 4 a 0. Rafael Moura e Robgol formaram a dupla de ataque do Papão.

Os jogos contra o Brasil de Pelotas serão os primeiros da história, enquanto os confrontos contra o Tupi já ocorreram em 13 ocasiões. Porém, está será a primeira vez por uma competição oficial. Contra o Londrina, o Cruz-Maltino já entrou em campo cinco vezes e nunca perdeu. O último jogo, porém, foi no já distante ano de 1981. O CRB vai visitar o Rio pela primeira vez. Oito confrontos já ocorreram (o último em 1992), três pelo Brasileirão.

O Vila Nova volta à Série B após queda em 2014. Naquele ano, porém, o time goiano chegou a vencer o Cruz-Maltino, com boa atuação de Christianno, que disputou a temporada recém-terminada pelo time de São Januário.

O último duelo entre Vasco e Criciúma foi em Santa Catarina, em 2013. Na partida daquele mês de outubro, o time de São Januário continuava a se complicar na tabela ao perder por 3 a 2. Foi a estreia do centroavante Thalles pelo time profissional.

Atlético-GO, Bragantino, Ceará, Luverdense, Náutico, Oeste, Paraná, Sampaio Corrêa se mantiveram na Segunda Divisão nos últimos anos, e terão o Gigante da Colina como um rival a mais no pleito a uma vaga na elite.

Fonte: LANCENET!

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠