Por cláusula no contrato, Nenê só deve deixar o Vasco para o exterior


Há dois meses o Palmeiras sondou a situação do meia Nenê. O Atlético-MG fez a mesma coisa há duas semanas e agora o Flamengo também estaria interessado em contar com o destaque do Vasco no Campeonato Brasileiro. O jogador, porém, com contrato até o fim de 2016, só deverá deixar São Januário se for para assumir um clube de fora do Brasil.

Quando assinou seu contrato com o time cruz-maltino, Nenê deixou uma cláusula em que permite a sua imediata liberação para qualquer clube do exterior se alguma proposta lhe agradasse. Porém, se o convite partir de um clube brasileiro, o clube carioca terá que receber a multa rescisória, que é considerada bem alta para o mercado nacional, principalmente em um momento onde poucos estão com dinheiro para investir.

“Se chegar alguma coisa do exterior pelo jogador tenho que liberar, mas para o mercado brasileiro posso dizer que não tem nenhuma possibilidade. Os jogadores que têm contrato vão permanecer. Comigo vale o compromisso”, disse o presidente do Vasco, Eurico Miranda.

Por sua vez, Nenê se posicionou a respeito de sua permanência para o ano que vem, afirmando que deseja ficar no clube, mas que não se pode cravar o futuro. O meia foi destaque do Vasco no Brasileirão e foi eleito “craque da galera” na premiação dos melhores do Brasileirão.

“O que aconteceu no jogo contra o Coritiba e o rebaixamento para a 2ª divisão ainda estão muito vivos na minha cabeça, pois a gente estava respirando apenas aquela partida e a possibilidade de evitar que acontecesse a queda. Agora vamos ver com calma o futuro. O que posso dizer é tenho contrato e que a minha intenção é permanecer no Vasco. Mas não podemos cravar o futuro nunca”, disse o camisa 10.

O departamento de marketing do Vasco deverá apresentar nos próximos dias um projeto a Eurico Miranda para que Nenê seja a figura principal da campanha para a recuperação do time e para a volta à elite do futebol nacional.

A ideia é repetir a estratégia que o Botafogo conseguiu desempenhar quando manteve o goleiro Jefferson em sua equipe, mesmo depois da queda para a Segundona.

Somente a partir desta terça-feira que o clube começou o seu planejamento para a próxima temporada, uma vez que Eurico Miranda confirmou Jorginho como técnico para 2016, além da manutenção de Zinho como auxiliar. A comissão técnica, portanto, vai iniciar conversas com os dirigentes para falar dos atletas que fazem parte dos planos para a próxima temporada e daqueles que podem ser liberados.

Certo é que o elenco vascaíno ganhou férias a partir desta segunda-feira e se reapresenta no dia 4 de janeiro, quando começa a preparação para o Campeonato Carioca. A estreia no Estadual, diante do Madureira, será no último fim de semana do mês, em São Januário.

Fonte: ESPN

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠