Eurico anuncia “reformulação geral” do departamento de futebol do Vasco


O presidente Eurico Miranda anunciou, na tarde desta quarta-feira, o que definiu como “reformulação geral” do departamento do futebol do Vasco. Em entrevista coletiva em São Januário, o mandatário confirmou o licenciamento do vice da pasta, José Luis Moreira, e a saída do gerente, Paulo Angioni. Quem retorna ao clube é Isaías Tinoco, que havia deixado a base do Cruz-Maltino para trabalhar no Cruzeiro.

Eurico, inicialmente, fez um pronunciamento. E reiterou a continuidade do treinador Jorginho e do auxiliar dele, Zinho. As mudanças visam uma nova estrutura interna para a temporada 2016, cujo maior objetivo será o retorno a Série A do Brasileirão.

– Tomei a decisão de fazer uma reformulação completa no futebol do Vasco. Primeiro lugar, tínhamos resolvido já o problema do treinador e seu auxiliar. Reformulação completa é geral mesmo. Tenho um vice de futebol que pediu para se licenciar. Já tinha me pedido antes, pedi para continuar até o final. Ele optou pela licença, e está licenciado.

Não terá outro no lugar dele até o seu retorno, já adianto isso. Houve uma decisão, então, da presidência no sentido de fazer essa reformulação. Começa por aquele que vocês devem estar mais interessados: Paulo Angioni, auxiliar dele, preparação física, os que estão na logística.. Todos aqueles que compõem hoje o departamento de futebol, vão passar por reformulação total. Pode ser que possa ficar um ou outro, mas a intenção é a reformulação completa – explicou Eurico.

Ao justificar a escolha de Isaías, o presidente falou em confiança:

– Tem um ponto de partida. Não coloco em cargos principais qualquer pessoa que não seja da minha inteira e total confiança. E eu vou trazer uma pessoa que é da minha confiança, que é o Isaías Tinoco. A primeira pessoa que vai ficar em um posto no futebol que eu não tinha e vou continuar não tendo. Hoje usam uma nomenclatura que eu não uso, esses contratados serem diretores. O Isaías vem para assumir a gerência no futebol, não como diretor executivo que nós não tínhamos. Ele vem substituir o primeiro, que era o Paulo Angioni, que era o gerente de futebol.

Evidentemente que vamos ter reuniões com o Jorginho e Zinho. Quero parar com essas especulações, todas as matérias que vi sobre mudança no futebol foram absoluta especulação. Dito isto, a reformulação não é de uma pessoa, é geral.

Fonte: GloboEsporte.com

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠