Vasco vai começar mudanças no futebol pela saída de Paulo Angioni

Isaías, Zé Luiz Moreira e Angioni na apresentação da dupla no início de 2015. Angioni deve dar lugar a Isaías um ano depois (Foto: Edgard Maciel de Sá)

Paulo Angioni está de saída do Vasco. O gerente de futebol está sendo demitido pelo presidente Eurico Miranda, num dos primeiros passos de mudança no departamento vascaíno. Junto com Angioni, outros profissionais do futebol podem se despedir de São Januário. Ex-gerente da base, Isaías Tinoco está cotado para retornar e, inclusive, está em São Januário neste momento.

Aos 69 anos, Angioni retornou a convite de Eurico para São Januário – onde começou sua carreira como supervisor no fim dos anos 1970 – depois de passagem pelo Fluminense no ano passado. Ex-Palmeiras, Corinthians, Flamengo e Bahia, entre outros clubes, o dirigente enfrentava resistência de correntes políticas há tempos. O relacionamento com Eurico Brandão, o Euriquinho, filho do presidente, também não era bom. Angioni participou pouco das contratações. Ele trouxe jogadores como Serginho, Gilberto e Dagoberto.

Curiosamente, Angioni foi apresentado no início de 2015 ao lado do então gerente da base Isaías, que deve agora ser seu substituto. Tinoco está perto de retornar a São Januário – deixou o Cruz-Maltino em julho – depois de passagem relâmpago e frustrada pelo Cruzeiro, onde foi acompanhar Vanderlei Luxemburgo e assumiu o cargo de diretor de futebol. Com a demissão do treinador, também foi dispensado no clube mineiro no fim de agosto.

Fonte: GloboEsporte.com

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠