Saída de Angioni revoltou Zé Luis e licença pode se tornar definitiva

RIO DE JANEIRO - RJ - 19/11/2014 - ELEICOES CONSELHO DELIBERATIVO DO VASCO - Jose Luis Moreira proximo vice presidente de futebol e Eurico Miranda presidente eleito na eleicao para o conselho deliberativo do Clube de Regatas Vasco da Gama realizada no salao nobre do Estadio de Remo da Lagoa, zona sul da cidade. Foto: Daniel Ramalho/AGIF

A demissão de Paulo Angioni revoltou o vice de futebol do Vasco, José Luis Moreira. O dirigente teve a licença anunciada pelo presidente Eurico Miranda na tarde desta quarta-feira, em entrevista coletiva, em São Januário, mas o afastamento pode não ser algo temporário, e sim definitivo. Angioni, gerente de futebol demitido nesta quarta-feira, era o principal aliado de Zé Luis, mas foi substituído por Isaías Tinoco, que já começa nesta quinta.

Em contato rápido com a reportagem do LANCE!, José Luis Moreira não quis entrar em detalhes sobre a licença, pois disse que estava de cabeça quente e preferia não falar. Entretanto, admitiu que o afastamento pode ou não ser definitivo. Na última terça-feira, o vice de futebol não compareceu à reunião do Conselho Deliberativo na votação que aprovou o balanço de 2014. Nesta quarta, não foi ao clube, tanto que Eurico participou sozinho da reunião que confirmou a saída de Paulo Angioni, no início da tarde, em São Januário. Zé Luis chegou a cogitar uma renúncia, mas foi demovido pelo presidente.

Na coletiva desta quarta, Eurico revelou que a licença era apenas temporária e que poderia durar menos do que muitos esperavam. Enquanto isso, o próprio presidente iria acumular os cargos, mesmo que à distância.

– Diria que vai ser como acumular. Mas o que vier a acontecer tem que ser do meu conhecimento. Isso, com certeza. Posso até não ter a presença física aqui, mas o que vier a acontecer eu vou ficar sabendo – comentou Eurico.

Além de Paulo Angioni, a reformulação atinge auxiliares técnicos, preparadores físicos, o preparador de goleiros Flávio Tênius e até o supervisor de futebol, todos com relação com o dirigente. O departamento médico, por ora, não será mexido, mas Alex Evangelista deixou de ser coordenador científico e agora é o gerente científico.

Fonte: LANCENET!

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠