Diretoria do Vasco quer se reforçar na base, e Jorginho analisa equipe sub-20

O presidente Eurico Miranda já havia dito na última entrevista coletiva que o objetivo do Vasco era manter a espinha dorsal de 2015 e apostar nas categorias de base do clube na próxima temporada. A intenção da diretoria é reforçar o plantel atual com os destaques do sub-20 e até do time juvenil. Para ajudar a definir essa lista, o técnico Jorginho está acompanhando os jogos do time de juniores na Copa Rio Grande do Sul da categoria. Após estrear com derrota diante do Internacional, os meninos de São Januário se reabilitaram com uma vitória sobre o Palmeiras.

– Vai ter uma base mantida, mas teremos também a política de trazer muitos jogadores da base. Vamos mesclar – resumiu Eurico.

Nomes como o goleiro Gabriel Félix, o zagueiro Kadu Fernandes, os meias Matheus Índio e Mateus ”Pet” Vital, que já terminou o Brasileirão treinando com o time principal, são nomes certos na pré-temporada. Outros destaques, como os jovens Evander e Andrey, que estão de férias, também têm grandes chances após a disputa da Copa São Paulo de Juniores em janeiro. Já o atacante Renato Kayzer pode até disputar a Copinha, mas depois volta para os profissionais. Ele disputou três partidas pelo time principal no último Brasileirão.

– O importante é falar que queremos sim rejuvenescer essa equipe. Sabemos que isso é necessário. Para isso, estamos observando direitinho, conversando com a diretoria, com o pessoal da base… Assim como aconteceu com o Pet, que tem 17 anos e chegou muito bem ao profissional, vamos fazer o mesmo com os outros. Alguns vão fazer a pré-temporada conosco, para vermos quem tem condição de permanecer no profissional. Queremos rejuvenescer lentamente a nossa equipe. Sabemos que também vamos precisar da experiência, mas a juventude é importante e estamos muito conscientes disso. Nosso contato com o sub-17 e o sub-20 é muito forte – disse Jorginho, que viu alguns treinamentos dos juniores em 2015 e vai acompanhar as preliminares do Carioca no ano que vem.

O auxiliar Zinho lembrou que os meninos vão passar por um trabalho especial junto ao Centro Avançado de Prevenção, Recuperação e Rendimento Esportivo (Caprres) para chegarem mais rapidamente ao ritmo dos profissionais.

– O trabalho com o Joelton Urtiga e com o Alex Evangelista será para que eles cheguem mais rapidamente ao nível do grupo. Vamos poder ver na pré-temporada como eles estão. É torcer para que entrem rapidamente no nosso ritmo. É melhor arrumar os reforços dentro de casa mesmo. Sabemos como o mercado é difícil, os clubes atravessam momentos financeiros complicados. Facilita muito buscar na base. Vamos conversar com eles, cobrar comprometimento. Quando não estiverem jogando muito no profissional, voltam aos juniores para atuar. O importante é ter ritmo – avisou o auxiliar.

Fonte: Globo.com

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠