Eurico perde colaboradores no Vasco e inicia planejamento de 2016 ‘isolado’

Vasco de Eurico planeja uma política pés no chão de 2016: manter a base e se reforçar com os destaques do sub-20 (Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br)

Eurico Miranda terá trabalho dobrado para elaborar o planejamento de 2016 após o rebaixamento para a Série B. Além da queda, o presidente do Vasco enfrentará a ausência de dois de seus principais colaboradores financeiros da gestão: o vice de futebol, José Luiz Moreira, e o 1º vice-geral, Fernando Horta.

Moreira pediu licença do cargo e não tem previsão de retorno. Além de já ter feito milionários empréstimos ao clube, que recentemente lhe renderam um acordo com o Vasco para o pagamento da dívida de forma parcelada, ele é um dos melhores amigos de Eurico e possui uma relação familiar com o dirigente.

Já Horta, embora não tenha se licenciado, ficará afastado nos próximos meses em função do Carnaval. O empresário, que também já fez aportes financeiros ao Cruzmaltino, é presidente da escola de samba Unidos da Tijuca e está envolvido com o planejamento do desfile em fevereiro.

Teoricamente, o dirigente mais próximo que ainda está no dia a dia de São Januário é o 2º vice-presidente geral Silvio Godoi. Eurico, no entanto, nega que esteja se sentindo sozinho:

“Acho que tenho até gente demais ao meu redor. Tenho uma maneira de conduzir o futebol e não vou mudar. Me dou muito bem com meus vice-presidentes, diretores, assessores… Mas o futebol, a maneira como vejo o futebol, eu blindo o futebol. Se eu falar que estou só, é por minha culpa”.

Questionado se irá acumular o cargo de vice de futebol com a saída de José Luiz Moreira, o dirigente concordou.

“Diria que sim, vai ser como acumular. O que vier a acontecer, tem de ser do meu conhecimento, com certeza. Posso até não ter a presença física, mas o que vier a acontecer vai ter que ser do meu conhecimento”, disse.

Eurico demitiu praticamente todo o departamento de futebol, incluindo o gerente de futebol Paulo Angioni. Só ficaram o técnico Jorginho, o auxiliar Zinho e o preparador físico Joel Urtiga. Para o lugar de Angioni, o mandatário trouxe Isaías Tinoco, que dividirá a função de contratar junto com o presidente e seu filho Eurico Brandão, o Euriquinho.

Fonte: UOL Esportes

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠