Convite do Vasco fez Jorginho adiar sonho alemão e estágio com Guardiola


Especialização, intercâmbio na Europa e ainda estágio com Guardiola, talvez o treinador mais admirado dos últimos tempos no futebol. Quem trocaria trocaria tudo isso por uma missão árdua de salvar o Vasco do rebaixamento depois de 13 pontos em um turno? Foi o desafio que Jorginho topou ao dizer sim para o presidente Eurico Miranda. O treinador de 51 anos estava com viagem marcada para passar um mês em Munique e acompanhar durante 30 dias o Bayern de Guardiola e ver de perto outras poderosas equipes do futebol alemão.

Quando aceitou o convite do Vasco Jorginho estava parado há alguns meses, devido ao tratamento de saúde da irmã, que veio a falecer de câncer em junho deste ano. Antes, o treinador, que foi vice-campeão da Sul-Americana com a Ponte Preta em 2013, passou pelo Al-Wasl, dos Emirados Arábes. O tempo sem trabalho, porém, não foi em vão. Jorginho seguiu estudos e seguiu a tendência da maioria dos treinadores de fazer treinos curtos, de até 35 minutos de duração em alguns trabalhos táticos mais intensos.

O treinador do Vasco ainda pensa em aproveitar a fama no futebol alemão – Jorginho jogou seis anos na Alemanha, metade no Leverkusen, metade em Munique – para se especializar e ter a oportunidade de trocar ideias de futebol com Guardiola.

– Antes do Vasco me fazer o convite, eu tinha acertado de ficar um mês para acompanhar o trabalho do Guardiola. Tinha toda a logística montada com o Bayern. Como ele é um cara muito requisitado, iam separar um tempo para ele conversar comigo. É uma coisa que ainda tenho desejo de fazer. Até porque um dia quero trabalhar na Alemanha. Lá, sou muito conhecido, muito respeitado, fiz uma rede de contatos legal. E ia não só para ver Bayern, mas também o Borussia e outros clubes alemães – disse o treinador do Vasco.

Alan, de 17 anos, no profissional

As reuniões atrás de reuniões, a montagem do time e a necessidade de observar mais de perto os jogos da garotada da base fizeram Jorginho deixar de ir também em outro compromisso. Ele estava inscrito no curso de treinadores da CBF, que terminou esta semana e teve apresentação de Mano Menezes, palestra de Carlos Alberto Parreira, do gerente de futebol do Corinthians, Edu Gaspas, entre outros.

Valorizando iniciar um trabalho de reconstrução de elenco, o treinador quer acompanhar cada passo. Ele pretende levar para a pré-temporada em Pinheiral boa parte do elenco que vai jogar o Carioca. Alguns garotos devem subir em definitivo, como o goleiro Gabriel Félix, o zagueiro Kadu Fernandes, os meias Matheus Índio e Mateus ”Pet” Vital, que já terminou o Brasileirão treinando com o time principal, além de Evander e Andrey, que estão de férias. O atacante Renato Kayzer também segue para a pré-temporada.

Jorginho também manifestou desejo de contar com o lateral-esquerdo Alan, de 17 anos. Ele é da mesma geração 1998 de Evander, Andrey e “Pet” e também tem convocações para seleções de base. O treinador gostou dos jogos que viu do garoto e quer observá-lo de perto em Pinheiral.

Fonte: Globo.com

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠