Filhos de Eurico Miranda ganham força no Vasco

A saída do vice de futebol José Luis Moreira abriu caminho no Vasco para a ascensão de Eurico Brandão e Álvaro Miranda, filhos do presidente Eurico Miranda. A dupla dá hoje as cartas em São Januário e já começa a incomodar Jorginho e sua comissão técnica.

Euriquinho, assessor da presidência, foi responsável pela demissão de Paulo Angioni, com quem batia de frente. E, indiretamente, causou a saída de José Luis, que deixou a vice-presidência por, entre outras razões, não aceitar a saída do gerente, seu amigo pessoal.

Sem José Luis e Angioni no caminho, Euriquinho e o irmão, Álvaro, responsável pelas categorias de base, dão pitacos na formação da comissão técnica e do elenco. Aos poucos vão encaixando os amigos da família Miranda no futebol profissional. O preparador de goleiros Fábio Tepedino, o auxiliar de preparação física Gustavo Lázaro e o supervisor Antônio Garcia, apadrinhados por Álvaro nos juniores, são alguns dos que, independentemente da competência, estão sendo empurrados goela adentro de Jorginho.

 

O novo gerente de futebol do Vasco, Isaías Tinoco, vai precisar de muito jogo de cintura para blindar a comissão técnica dos mandos e desmandos da família Miranda. Ou seja: o que está ruim na Série B, escória do futebol, ainda pode piorar.

JOSÉ LUIS NÃO PENSA EM VOLTAR

A amigos íntimos, José Luis Moreira garante que não voltará à vice-presidência do Vasco. Em conversa com O blog Extracampo, ele realmente demonstrou desânimo:

– Se ele (Eurico) quiser meu lugar, pode preenchê-lo. Não faço questão nenhuma – disse.

E Eurico deixou a pasta vaga porque tem esperança de que José Luis volte.

Fonte: Coluna Extracampo – Extra

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠