Vasco busca centroavante para resolver problema crônico de 2015

Gilberto saiu e deixou saudades. A camisa 9 não encontrou outro dono (Foto: Alexandre Loureiro/ LANCE!Press)

Foi um drama durante praticamente todo o ano de 2015. Mesmo quando o Vasco se encontrou no Campeonato Brasileiro e arrancou para tentar fugir do rebaixamento, faltou o centroavante. Leandrão tentou suprir a carência, mas rendeu apenas nos primeiros jogos. Ao longo do ano, Riascos e até Rafael Silva buscaram ser as referências da equipe, mas só Gilberto, no Campeonato Carioca, obteve algum sucesso. Por isso é que a diretoria cruz-maltina observa o mercado em busca de um camisa 9.

O técnico Jorginho não tem receio de expor essa lacuna a ser preenchida no elenco. Foi uma dificuldade encontrada por causa das características e das irregularidade dos jogadores mais ofensivos do elenco.

– Quando nós falamos de contratações pontuais é em relação a algumas posições, principalmente na questão do atacante. Precisamos de um atacante de área. Foi um grande problema que tivemos neste ano. O Vasco vai em busca de um goleador mesmo – admite o treinador.

Quem começou o ano como centroavante foi Rafael Silva, que prefere ser ponta. Thalles não se sustentou e Gilberto tomou conta da posição. Mas a má fase após o Estadual e o relacionamento frio com o então técnico Celso Roth fizeram com que o camisa 9 da época pedisse para deixar São Januário. Desde então, até Dagoberto e Herrera tiveram vez. Mas eles foram outros que não fracassaram.

A torcida sempre tem expectativa em Thalles, mas o ano da promessa cruz-maltina passou longe de ser bom. Problemas com a balança e dificuldade de encontrar ritmo de jogo só lhe colocaram mais para o fim da fila de opções. Mas, em 2016, Jorginho pretende escalá-lo mais vezes:

– Thalles é um jogador que terminou a temporada já com uma imagem diferente, as pessoas voltaram a acreditar no potencial dele. Ele emagreceu, estava concentrado, cumpriu todos os deveres. Foi muito bom poder saber que, quando chamei a atenção, houve resposta. O mais importante é isso. Porque é um jogador do clube, precisamos investir na vida e na carreira dele. Contamos com ele para o plantel do próximo ano.

Mas por melhor que ele seja, a diretoria quer alguém mais experiente que Thalles. É para ser solução – finalmente – dos problemas ofensivos do Vasco.

Fonte: LANCENET!

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠