Eurico mira Copa do Brasil de 2016 e critica criação da Primeira Liga: ‘Desserviço’

O presidente Eurico Miranda garantiu que o Vasco vai se reforçar para as competições de 2016. O mandatário cruzmaltino explicou que a equipe pretende usar a Copa do Brasil como substituta da Série A nacional. A intenção é mostrar a força da equipe no plano nacional e conquistar uma vaga para a Libertadores do próximo ano.

“Vamos disputar o Carioca, a Série B e a Copa do Brasil. O que traçamos é que a volta à Série A é obrigação. E temos que fazer um bom Carioca, de preferência ganhar, e queremos ver se conseguimos suprir o fato de disputarmos a Série B através da Copa do Brasil. Esse é o planejamento”, afirmou em entrevista à Rádio Globo.

Eurico explicou que o Vasco vai manter a estrutura que disputou o Brasileiro do ano passado, mas garantiu a contratação de alguns reforços que possam fazer diferença, bem como o aproveitamento dos jogadores das divisões de base. De acordo com o dirigente vascaíno, a ideia da diretoria é montar uma equipe competitiva para 2017.

“O primeiro passo é manter a estrutura com aqueles que possam compor a base do time para o próximo ano e, pontualmente, irmos buscando um reforço aqui, outro ali. Mas o trabalho que se iniciou com o Centro de Reabilitação, com jogadores da base, é importante, porque vamos apostar muito na base. E o planejamento é que no outro ano (em 2017) nós tenhamos um grande time de futebol”, disse.

O presidente cruzmaltino ainda falou sobre a Primeira Liga, a qual classificou como um “desserviço” para o futebol carioca, uma vez que acontecerá paralelamente ao Estadual e terá Flamengo e Fluminense como participantes.

“Os grandes clubes do Rio só existem por causa do campeonato, dos pequenos clubes do Rio que os fizeram crescer. É um grande desserviço que eles estão prestando ao futebol. No Paulista, que é disputado em moldes piores aos que se discute aqui, foi pago R$ 160 milhões de televisionamento, porque eles valorizaram o Paulista, onde os clubes são obrigados a disputar o Paulista por seis anos, só podendo disputar em paralelo a Copa do Brasil e a Sul-Americana. Aqui, não renovamos o contrato ainda por causa dessa indefinição. Como Vasco vai ser sem o Flamengo, o Botafogo, o Fluminense e sem os outros? E o Flamengo sem o Vasco, o Fluminense e o Botafogo? Não vão viver. Há de se fazer uma reflexão sobre isso”, concluiu.

Brocador e Renê podem reforçar a equipe

Dois jogadores do Sport entraram na lista de reforços do Vasco para a próxima temporada. O atacante Hernane Brocador e o lateral-esquerdo Renê interessam ao técnico Jorginho. A negociação com Renê parece ser mais complicada porque o lateral, revelado pelo time rubro-negro, tem contrato até dezembro de 2017, a diretoria do Sport só pretende liberar Renê mediante o pagamento de multa rescisória.

Com o Brocador, o negócio pode ser mais fácil. O jogador não se firmou no Rubro-negro da Ilha do Retiro e pode ter sua saída facilitada. Borges, recentemente liberado pela Ponte Preta, pode ser uma alternativa.

Fonte: ESPN

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠