Reunião entre diretoria e empresário deixa situação de Nenê indefinida


O futuro de Nenê está indefinido. Na última segunda-feira, o jogador e o empresário dele, Gilvan Costa, se reuniram com o presidente Eurico Miranda e o gerente de futebol Isaías Tinoco, em São Januário, e conversaram sobre a situação do atleta, que está vinculado ao Vasco até o fim do ano que vem. O objetivo do encontro foi deixar a diretoria ciente de que o atleta está valorizado no mercado nacional após o bom Campeonato Brasileiro, embora uma cláusula no contrato só o liberaria em caso de proposta do exterior. As partes ficaram de conversar novamente nos próximos dias.

Segundo o LANCE! apurou, Nenê vive um dilema entre permanecer no Cruz-Maltino e ter que jogar a Série B com 35 anos ou tentar conversar com a diretoria para conseguir uma liberação, caso algum clube brasileiro faça proposta oficial por ele. O empresário do meia admitiu a reunião com os dirigentes, mas ressaltou que qualquer clube do futebol brasileiro terá que falar com o Vasco para tratar do futuro do atleta no ano que vem.

– Fomos conversar com a diretoria para saber o que deve ser feito. O Nenê é um jogador de nível de Série A, e não de Série B. Está muito chateado que não conseguiu salvar o Vasco, um clube que ele se identificou demais. O presidente já disse que ele tem contrato e não é tão simples liberar para qualquer clube. Por isso, se algum clube quiser, terá que sentar e conversar com eles. O futuro está em aberto porque alguns clubes do Brasil podem achar que é vantajoso ter o Nenê no ano que vem – disse o agente, ao L!.

No último domingo, após o desafio “Rei do Drible”, Nenê disse que a ideia dele era ficar no Vasco, mas lembrou que no futebol “nunca se sabe o dia de amanhã” e admitiu que disputar a Copa Libertadores era um objetivo pessoal dele. De fato, três dos clubes que o procuraram disputarão a competição sul-americana em 2016. Gilvan Costa confirmou que o meia está valorizado no mercado brasileiro, mas valorizou a cláusula no contrato.

– Vários clubes do Brasil estão interessados nele. Seria até estranho, depois do Brasileiro que ele fez, dizer que não tem nada. Muitos me procuraram porque não sabiam qual era a situação real, se era até dezembro deste ano ou do ano que vem. Eu expliquei que ele tem contrato até o fim de 2016 e que o acordo é que ele só seria liberado em caso de proposta do exterior se o Vasco não puder cobrir – explicou o empresário de Nenê, ao L!.

O gerente do futebol do Vasco, Isaías Tinoco, também confirmou a reunião e lamentou que alguns clubes tenham procurado diretamente o empresário de Nenê ao invés de contactar a diretoria do Cruz-Maltino. O dirigente lembrou que o meia tem contrato até 2016, mas deixou a situação aberta.

– As pessoas que pregam modernidade no futebol, mas ao invés de contactar o clube, chegam direto no jogador, mas futebol foi sempre assim. O que posso dizer é que ele está sob contrato até o fim do ano que vem. Agora, futebol é muito dinâmico. Eles nos apresentaram algumas propostas, mas foram extremamente gentis e sinceros por nos falar tudo que está acontecendo – disse Isaías Tinoco, ao L!.

Aos 35 anos, Nenê chegou ao Vasco em agosto deste ano. Disputou 23 jogos e marcou nove gols, sendo o artilheiro da equipe no Campeonato Brasileiro e grande destaque na arrancada que quase salvou a equipe do rebaixamento.

Fonte: LANCENET!

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠