Eurico ignora valorização e garante que Nenê não sai: ‘É conversa fiada’

Na cabeça do meia Nenê, a permanência no Vasco para disputar a Série B no ano que vem não é algo que está muito bem definido. Todavia, para o presidente Eurico Miranda, não existe nenhuma possibilidade de o camisa 10 deixar o Cruz-Maltino ao fim desta temporada. Se isso realmente acontecer, será um presente de Natal e tanto para os torcedores.

– O Nenê vai ficar no Vasco. Isso daí (saída para outro clube) é conversa fiada. Não tem esse negócio. E se vier algo de fora, essa história de cláusula, eu posso cobrir, também. Ele já conversou comigo na segunda e disse que vai ficar. É só isso. Simples – disse Eurico ao LANCE!.

Nenê tem contrato com o Vasco até dezembro de 2016. No documento assinado pelas partes, em agosto, há uma cláusula que libera o jogador em caso de propostas do exterior e, ainda assim, se o Cruz-Maltino não tiver condições de cobrir. Segundo o LANCE! apurou, a diretoria não pretende costurar um acordo e liberá-lo para clubes do futebol brasileiro. Três equipes que vão disputar a Copa Libertadores procuraram o atleta e manifestaram interesse de contar com ele na próxima temporada.

Quando é perguntado sobre o assunto, Nenê responde sempre da mesma forma. Fala que tem contrato, mas que no futebol nunca se sabe o que pode acontecer. O meia, entretanto, convive com um dilema. Aos 35 anos, sabe que já está na reta final da carreira e tem algumas ambições pessoais, como por exemplo disputar e vencer uma Copa Libertadores. Evidentemente, jogar a Série B não é objeto de desejo para ele. Ainda assim, Nenê criou forte identificação com o clube e não quer apagar essa imagem com a torcida.

Conforme o L! mostrou na edição de quarta-feira (23), o meia e o representante dele, Gilvan Costa, se reuniram com Eurico Miranda e com o gerente de futebol do Vasco, Isaías Tinoco, em São Januário, na última segunda-feira. Foram apresentadas algumas sondagens que o Nenê tem recebido de clubes do futebol brasileiro. Nenhuma delas chegou oficialmente ao Cruz-Maltino, algo que deixou a diretoria bem incomodada.

Maior salário do elenco – acima de R$ 250 mil – Nenê foi o principal jogador do Vasco no ano. Disputou 23 jogos, marcou nove gols e foi o artilheiro do time no Campeonato Brasileiro, além de ser o protagonista da reação que quase culminou em milagre, mas terminou em rebaixamento.

Fonte: LANCENET!

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠