Jorginho explica processo de transição e elogia os talentos da base

Andrey, Alan, Paulo Vitor, Índio, Evander, Kadu e Caio- Foto: Paulo Fernandes-Vasco.com.br

A história mostra e ninguém pode negar. As principais glórias do Vasco da Gama foram marcadas por participações efetivas de jogadores revelados em São Januário. Foi assim nos títulos brasileiros de 74, 89, 97 e 2000 e nas duas últimas campanhas vitoriosas em torneios continentais, na Libertadores, em 1998, e na Mercosul, em 2000. O trabalho de base se fez presente também na mais recente conquista nacional, a Copa do Brasil de 2011.

Disposto a honrar suas tradições, o Gigante da Colina traçou um planejamento e começará o próximo ano com inúmeros pratas da casa em sua equipe profissional. Conforme relatado em reportagem publicada pelo Site Oficial nesta semana (relembre), algumas das jovens promessas do clube já iniciaram os treinamentos visando a pré-temporada. A iniciativa foi tomada graças a um pedido da comissão técnica, atualmente liderada pelo treinador Jorginho.

– Esse trabalho que antecede a pré-temporada é muito importante para que todos cheguem ao profissional mais equilibrados. O Alex Evangelista e o Joelton Urtiga estão em contato sempre para acertar detalhes relacionados ao condicionamento físico dos meninos. É importante que eles se apresentem da melhor maneira possível. Esse processo deu certo nesse ano. O Mateus Vital e o Kayzer evoluíram muito depois que chegaram ao profissional. Por esse motivo, decidimos trazer outros garotos para a pré-temporada. Queremos ambientá-los, deixá-los mais à vontade e, ao mesmo tempo, fazer com que eles conheçam a nossa forma de trabalhar – disse o comandante Jorginho.

 

image

A lista de jogadores relacionados para o trabalho especial no CAPRRES foi definida após uma série de observações. Ao longo do ano, em especial no segundo semestre, o staff da equipe profissional promoveu jogos-treinos com os times de base e acompanhou partidas dos mesmos. Ao lado de seu auxiliar-técnico, o também tetracampeão mundial Zinho, Jorginho foi à São Januário para ver de perto as categorias sub-17 e sub-20 em ação.

– O período que eles ficarão conosco será de grande valia. Seguiremos esse processo de observação e alguns outros, certamente, serão incorporados após a Copinha. Vão seguir jogando no sub-20, mas treinarão conosco. Acho importante esse contato constante com a base, pois facilita e acelera a adaptação do atleta. Vamos nos reunir no início do ano com os treinadores para passar qual é a nossa forma de jogar. Cada um tem liberdade para trabalhar como quiser, principalmente na questão tática, mas é fundamental que todos compreendam o trabalho desenvolvido no profissional, até mesmo para que o jogador suba ciente disso. Essa estratégia do Vasco vai qualificar os jogadores e fazer com que eles adquiram uma experiência muito grande, que será muito importante para a vida de cada um no futuro – declarou o técnico vascaíno.

Alan (lateral-esquerdo), Andrey (volante), Matheus Índio (meia), Evander (meia), Caio Monteiro (atacante) e Paulo Vitor (atacante) são os jogadores da categoria sub-20 que estão suando a camisa na Colina. Mateus Vital (meia) e Renato Kayzer (atacante) possuem idade de júnior, mas realizaram a transição no segundo semestre e só retornam aos trabalhos em janeiro. Gabriel Félix (goleiro) e Kadu (zagueiro) atingem a maioridade futebolística em 2016 e estarão à disposição de Jorginho, assim também como os demais pratas da casa, caso do zagueiro Luan, por exemplo.

Fonte: Site Oficial do Vasco

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠