Nenê brilha, faz quatro gols em jogo beneficente e vira “artilheiro do Amor”


O “Time do Amor” contou com o atacante Nenê, do Vasco, para vencer o “Time da Paz” no Jogo contra a Fome, partida beneficente que reuniu estrelas do futebol e artistas no Parque do Sabiá, neste sábado, em Uberlândia. Parecia que a noite ia ser de Robinho, um dos craques do time branco, mas o vermelho do amor venceu por 8 a 4, com quatro gols de Nenê, que deixou o campo como o “artilheiro do Amor”. O ator Caio Castro não chegou a balançar a rede, mas empolgou a torcida.

Robinho abriu o placar para o Time da Paz e o músico Fernando Pires, anfitrião da festa, deixou tudo igual, mas o empate não durou muito tempo porque Cafu voltou a colocar a equipe de branco na frente. Então Nenê apareceu e fez o primeiro dele para o time de vermelho: 2 a 2. Robinho fez mais um e chegou a ampliar no início da segunda etapa, mas depois o domínio foi da equipe de Nenê, que tinha ainda nomes como o ex-lateral Roberto Carlos e uma estrela de outra modalidade, o lutador José Aldo.

Amaral, que havia levado um drible incrível de Denílson na primeira etapa, se redimiu com um gol e deu início à reação do Time do Amor. Nenê empatou, viu o músico Salgadinho deixar tudo igual e fez mais dois, abrindo para vantagem para 7 a 4. Amaral fez mais um e fechou o marcador.

E a festa teve mais. Mesmo com várias estrelas do futebol, quem também fez o público vibrar foi o ator Caio Castro, que entrou no segundo tempo para defender o Time da Paz. Um dos integrantes do “Extra Ordinários”, Felipe Andreoli brincou com o sucesso do artista, que arrancou gritos da torcida.

– Não vai ter segundo tempo, ele só vai ficar dando volta olímpica no segundo tempo – disse Andreoli, que ainda revelou que iria evitar disputadas de bola com José Aldo na segunda etapa.

Confira como cada equipe começou a partida

Time do Amor
Roger; Fernando Mariano, Lucas Cândido e Amaral; José Aldo, Sidney, Nenê, Neto Caixeta e Roberto Carlos; Fernando Pires e Da Silva. Técnico: Maurinho

Time da Paz
Roberval; Dedé, Rafael Pé e Marcos Assunção; Rafael Zulu, Samuel Rosa, Cafu, Elano e Athirson; Robinho e Denílson. Técnico: Licica.

Fonte: GloboEsporte.com

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠