Julio Brant defende reforma no estatuto do Vasco


Desde o início do atual mandato, a oposição do Vasco sabia que o trabalho seria difícil. Afinal, com aliados do presidente em número tão maior, é muito difícil fazer-se ouvir. Julio Brant representava a chapa “Sempre Vasco”, que ficou na segunda posição na última eleição, e acredita que, para o clube poder evoluir, o estatuto precisa ser alterado.

– Temos que trabalhar para dar mais voz à oposição. O Conselho Deliberativo precisa ser mais democrático. Hoje, há muito desequilíbrio. A primeira coisa é a reforma do estatuto. A segunda é aumentar participação dos sócios. O Vasco se fecha em meia dúzias de pessoas desde o Roberto (Dinamite, ex-presidente nos últimos dois mandatos) e, na atual gestão, o Eurico domina muitos – analisa ao LANCE!.

Diego Henrique Carvalho, membro da Cruzada Vascaína e do Conselho Fiscal, também pede mais diálogo.

– Neste cenário nada animador, precisamos de muita conversa. Os problemas devem ser digeridos um a um com a ajuda de todos os vascaínos capazes de contribuir com ideias e soluções, sejam eles da situação ou da oposição – entende.

Fonte: LANCENET!

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠