Vasco faz mudança no marketing e quer anunciar novo gerente em janeiro

Enquanto busca reforços no mercado de olho na temporada 2016, o Vasco também passa por mudanças internas. Uma delas será no marketing. O gerente geral Bernardo Pontes deixa o clube após dois anos no cargo. A mudança já foi definida e será oficializada em janeiro, quando também será divulgado o nome do substituto. O restante da equipe segue em São Januário.

– Depois que conversei com o Bernardo fomos ver quem podia assumir e definimos rapidamente. Ainda não formalizamos a saída. Acertamos que será no início do ano. O novo gerente vem logo depois. A equipe fica – confirmou o vice-presidente de marketing do Vasco, Marco Antônio Monteiro.

Segundo Marco Antônio, a saída se deu por algumas divergências, como no episódio do patrocínio cancelado da marca de chocolate Lacta 5Star, quando a diretoria reprovou a campanha publicitária divulgada pela empresa. Na mesma época, a Lacta soltou uma nota oficial dizendo que a peça havia sido ”previamente aprovado por escrito pelo departamento de marketing”.

– É um bom profissional, tanto que ficou na transição (após a saída de Roberto Dinamite e o retorno de Eurico Miranda à presidência no fim de 2014). Mas há algumas divergências de visão e o episódio do chocolate foi isso. Nada grave, mas nós consideramos que era melhor separar agora quando o ambiente ainda era bom – frisou.

Bernardo chegou a São Januário em fevereiro de 2014, indicado pelo então diretor executivo de futebol Rodrigo Caetano, com quem trabalhou no Fluminense. Durante dois anos, o gerente geral participou de projetos como a viabilização da construção física do Caprres junto à Ambev, a reforma do ginásio de basquete com a campanha ”Herdeiros da Cruz de Malta” e a mobilização #EuEscolhiAcreditar na luta contra o rebaixamento no Campeonato Brasileiro.

– O clube está passando por uma grande reformulação em seu quadro. Só tenho a agradecer ao clube, a diretoria e todos os torcedores que de alguma forma tiveram contato com nosso trabalho. Foi muito gratificante representar uma marca do tamanho do Vasco – disse Pontes.

Programa de sócios “Gigante”

Em 2016, enfim, o marketing vascaíno pretende lançar o novo plano de sócio torcedor do clube. O programa  já tem nome escolhido: “Gigante”. O clube tem hoje cerca de 20 mil sócios – metade de pagantes apenas, com baixa arrecadação com mensalidades inferior a R$ 500 mil. As empresas que fizeram escopo do novo plano para associados e comercialização de ingressos fizeram estimativa mínima de conseguir 40 mil torcedores no novo sócio-torcedor vascaíno.

Ao todo, devem ser criadas quatro ou cinco categorias de sócio-torcedor. A segunda mais barata, para torcedores do Rio de Janeiro, deve ter preço inferior a R$ 25 – mais barato que os planos atuais, que variam de R$ 30 (“Vascaíno de coração”) a R$ 40 (sócio geral) e R$ 55 (sócio proprietário). Vai haver também valores intermediários – com mensalidade girando entre R$ 60 e R$ 70 – e um mais caro, com entrada gratuita em todos jogos do Vasco.

Fonte: GloboEsporte.com

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠