Vasco aumenta valor da multa em possível venda de Luan e segura Nenê em relação a rivais domésticos


A diretoria do Vasco anunciou nesta segunda-feira a extensão do contrato de dois dos principais jogadores do elenco: Luan e Nenê. O clube abriu os cofres e aumentou sensivelmente o salário da dupla, valorizada depois da temporada passada. A estratégia tem objetivos diferentes, de olho no decorrer de 2016.

No caso do zagueiro de 22 anos, os dirigentes da Colina, ao prolongarem seu vínculo por mais quatro temporadas, elevaram também o valor da multa rescisória em caso de venda. Luan luta por uma vaga na seleção que disputará os Jogos Olímpicos do Rio, em agosto. Caso seja convocado, ficará ainda mais valorizado aos olhos do mercado exterior. Uma negociação poderia trazer milhões para os cofres de São Januário.

Já em relação a Nenê, o objetivo foi outro. A proposta de um contrato longo, por mais três anos, seduziu o meia-atacante, já na reta final da carreira, aos 34 anos. Dificilmente ele receberia de outro clube do Brasil uma proposta de compromisso com duração como essa. O Atlético Mineiro, que despontou como principal interessado na sua contratação na atual janela de transferências, cogitou um contrato apenas até dezembro.

Com os dois mais do que garantidos, o técnico Jorginho viajou nesta segunda-feira à noite para Pinheiral (RJ), onde dará continuidade à pré-temporada da equipe. O Vasco terá dois jogos-treino – com Barra Mansa e Bangu – antes da estreia no Campeonato Estadual, dia 31, contra o Madureira, em São Januário. Já na Copa do Brasil, a estreia será contra o Remo, do Pará.

Fonte: Extra Online

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠