Após nova reunião com clubes, CBF decide vetar presença de público nos estádios


A CBF se reuniu novamente com os clubes da Série A do Campeonato Brasileiro e decidiu vetar a presença de público nos estádios. O assunto ficou pendente na última reunião, que terminou em bate-boca entre o presidente da confederação, Rogério Caboclo, e da Ferj, Rubens Lopes. O cenário será novamente avaliado em 15 dias.

A reunião contou com a presença de 19 clubes da Série A. O único time não teve representante foi o Flamengo. A escolha de vetar a presença de público foi unanimidade entre os presentes.

Na última quinta-feira uma reunião já tinha acontecido para discutir a volta de público aos estádios. Realizado de forma virtual, o encontro terminou em discussão entre os presidentes da CBF, Rogério Caboclo, e da Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj), Rubens Lopes.

O desentendimento aconteceu por opiniões distintas em relação à volta de público nos estádios. Rubens Lopes e a direção do Flamengo queriam o retorno imediato dos torcedores aos jogos, amparados pela decisão do governo do Estado do Rio de Janeiro.

Rogério Caboclo, por outro lado, ficou com a maioria dos clubes, defendia a presença de torcida só quando todos pudessem abrir seus portões. A discussão esquentou a ponto de se tornar um bate-boca. E a gritaria levou ao encerramento da sessão.

Fonte: ge

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠