Diante do Athletico-PR, Vasco inicia sequência contra adversários diretos na luta contra o rebaixamento

Após conquistar quatro dos últimos seis pontos contra equipes da parte de cima da tabela (Fluminense e Santos), o Vasco encara uma sequência que, embora não seja definitiva, tende a ser decisiva para seguir na Série A. Serão cinco jogos seguidos contra adversários que estão na parte de baixo da classificação. O primeiro desafio será diante do Athletico-PR, neste domingo, às 18h15, na Arena da Baixada.

Usando um clichê do futebol, serão os chamados “jogos de seis pontos”. É a hora de medir forças contra concorrentes diretos. Dois deles, como Botafogo e Coritiba, fazem companhia ao Vasco na zona de rebaixamento. Além de somar, cada ponto conquistado significará um ponto tirado de um rival direto pela permanência na Série A.

A sequência, inclusive, foi chamada de “favorável” pelo presidente eleito do Vasco, Jorge Salgado, em sua primeira entrevista coletiva após a decisão da Justiça. E é em um bom desempenho nos próximos jogos que Ricardo Sá Pinto e seus jogadores apostam para tirar o Vasco do Z-4 e navegar por mares mais calmos até o fim do Brasileirão. No momento, o time é o 17º colocado, com 25 pontos e um jogo a menos que os concorrentes.

Há um turno Vasco vivia o Ramonismo

O Vasco reencontra o Athletico-PR no domingo. Há um turno, em 6 de setembro, a equipe carioca vivia dias tranquilos e venceu o Furacão por 1 a 0, com gol de Cano, em São Januário. Na ocasião, o time terminou a 8ª rodada na terceira colocação, com 14 pontos, a três do então líder Inter, e com um jogo a menos. O momento foi apelidado por torcedores como “Ramonismo”, sob o comando do técnico Ramon Menezes.

A sequência, no entanto, apresentou altos e baixos. Após vencer o Furacão, o Vasco perdeu por 2 a 1 para o Atlético-GO em São Januário. No entanto, a equipe de Ramon se recuperou três dias depois, com boa vitória por 3 a 2 contra o Botafogo, no Nilton Santos, nessa que é considerada a melhor atuação vascaína no Brasileirão.

A exibição clássico iludiu, mas após o jogo o Vasco entrou em queda livre. Primeiro veio a derrota por 1 a 0 para o Coritiba, no Couto Pereira, e o empate por 1 a 1 com Bragantino, em São Januário. Em seguida, uma sequência de derrotas derrubou Ramon Menezes e levou o Vasco para a zona de rebaixamento.

Fonte: ge

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠