Conselho do Vasco aprova orçamento de 2021 com previsão de R$ 365 milhões de receita bruta

Em reunião realizada nesta noite de segunda-feira, o Conselho Deliberativo do Vasco aprovou o orçamento para o ano de 2021. O encontro virtual foi conduzido por Sergio Romay, vice-presidente do Conselho, na ausência de Roberto Monteiro. O pai de Monteiro faleceu neste domingo, em decorrência de complicações de Covid-19.

A reunião teve presença de cerca de 100 conselheiros online. O orçamento, confeccionado pela gestão Alexandre Campello, prevê R$ 365 milhões de receita bruta – com R$ 342 milhões líquida.

Entre as principais entradas, estão direitos de transmissão (R$ 152 milhões), venda de direitos federativos (R$ 82 milhões), sócio torcedor (R$32 milhões), mecanismo de solidariedade (R$ 25 milhões), e patrocínios, publicidade e royalties (R$ 24 milhões).

O superávit previsto é de R$ 139 milhões, de acordo com a projeção da comissão de orçamento do clube, capitaneada pelo vice-presidente de finanças, Carlos Leão.

Fonte: ge

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠