Em despedida, Fellipe Bastos diz amar o Vasco e deseja sorte ao elenco na luta contra o Z-4

f.bastos06

Obrigado, Vasco!

É hora de me despedir de um dos grandes amores que tenho na vida. Obrigado, Vasco, por mais uma vez ter feito com que eu sentisse o prazer que é vestir essa camisa. Foram anos e anos, entre idas e vindas, defendendo essa instituição dentro e fora de campo. E com isso surgiu uma relação indescritível. No Vasco conquistei um título nacional muito importante, em 2011, o último do clube, e esse ano acertei minha permanência abrindo mão de muita coisa, mas com a certeza de estar tomando a decisão correta, pois me sentia em casa. Agradeço ao @ramonmenezes10 e sua comissão técnica, que no início do campeonato me fizeram relembrar o Fellipe Bastos de outros tempos. Aos funcionários, meu agradecimento pelo companheirismo e respeito durante todos esses anos, amo vocês para sempre. Aos companheiros de elenco, desejo toda a sorte nessa reta final de temporada, sei o quanto é difícil algumas coisas dentro do clube mas tenho a certeza que vocês vão superar como sempre fizemos, com trabalho e muita dedicação no dia a dia. À torcida, que muito pega no meu pé mas também me respeita, pois sabe do meu respeito pelo Vasco, o meu obrigado e que em breve possam estar de volta para tornar novamente São Januário um caldeirão. O sentimento nunca vai parar. Obrigado, @vascodagama! 💢🥰👏🏾😭

Fonte: Instagram do jogador Fellipe Bastos

Em despedida, Fellipe Bastos diz amar o Vasco e deseja sorte ao elenco na luta contra o Z-4

O volante Fellipe Bastos se despediu do Vasco de forma oficial. Ao postar uma mensagem em uma rede social nesta segunda-feira, o jogador disse amar o clube e desejou sorte ao elenco na luta contra o rebaixamento no Brasileirão.

– É hora de me despedir de um dos grandes amores que tenho na vida. Obrigado, Vasco, por mais uma vez ter feito com que eu sentisse o prazer que é vestir essa camisa. Foram anos e anos, entre idas e vindas, defendendo essa instituição dentro e fora de campo. E com isso surgiu uma relação indescritível. No Vasco conquistei um título nacional muito importante, em 2011, o último do clube, e esse ano acertei minha permanência abrindo mão de muita coisa, mas com a certeza de estar tomando a decisão correta, pois me sentia em casa – escreveu o atleta, para continuar:

– Agradeço ao @ramonmenezes10 e sua comissão técnica, que no início do campeonato me fizeram relembrar o Fellipe Bastos de outros tempos. Aos funcionários, meu agradecimento pelo companheirismo e respeito durante todos esses anos, amo vocês para sempre. Aos companheiros de elenco, desejo toda a sorte nessa reta final de temporada, sei o quanto é difícil algumas coisas dentro do clube mas tenho a certeza que vocês vão superar como sempre fizemos, com trabalho e muita dedicação no dia a dia. À torcida, que muito pega no meu pé mas também me respeita, pois sabe do meu respeito pelo Vasco, o meu obrigado e que em breve possam estar de volta para tornar novamente São Januário um caldeirão. O sentimento nunca vai parar. Obrigado.

O contrato de Fellipe Bastos com o Vasco termina em 31 de dezembro. Porém, o jogador não treinava com o elenco desde o dia 4, quando teve uma conversa com Sá Pinto e deixou o CT. Os dois divergiram uma dia depois de o volante ter sobrado da relação que enfrentou o Defensa y Justicia pela Sul-Americana – o Vasco, em nota oficial, informou que tentou incluir Bastos e Werley na lista de atletas, mas ambos foram vetados pela Conmebol por recentemente terem testado positivo para o novo coronavírus.

Desde a chegada de Sá Pinto, o volante pouco jogou: entrou aos 16 minutos do empate por 1 a 1 com o Goiás, na Serrinha, em 1º de novembro, pelo Brasileirão. Era titular na gestão de Ramon Menezes e querido pelo grupo de jogadores tanto que teve o retorno pedido ainda na gestão de Abel Braga no começo do ano.

O final da quarta passagem de Fellipe Bastos tem os seguintes números em 2020: atuou 19 vezes, marcou quatro gols e é o vice-artilheiro da equipe, ao lado de Ribamar. Tem um título da Copa do Brasil (2011), 182 jogos e 19 gols com a Cruz de Malta.

Fonte: ge

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠