Pessoas ligadas a Jorge Salgado não confirmam negociação com Falcão, afirma jornalista

Desmontada a estrutura do departamento de futebol, a começar pela demissão da comissão técnica do português Ricardo Sá Pinto, o Vasco deu início à montagem de sua nova estrutura.

Zé Ricardo foi convidado a retornar ao clube para dirigir o time em 2021, ao lado do auxiliar Cléber dos Santos, e o ex-diretor de futebol do São Paulo, Alexandre Pássaro, foi contratado para ser o executivo da pasta.

A novidade no organograma é que tal profissional estará subordinado a um CEO que será anunciado nos próximos dias.

Mas a surpresa veio com os rumores (leia aqui!) de que Paulo Roberto Falcão, de 67 anos, afastado do futebol desde sua passagem pelo Internacional-RS, em 2017, seria este novo “homem forte” do futebol vascaíno.

Jorge Salgado, ex-diretor da CBF entre 1990/91, tem ótimo relacionamento com Falcão, técnico que ele contratou para dirigir a seleção na Copa América de 91.

O novo presidente vê na figura do ídolo o perfil ideal para alinhar os departamentos de futebol profissional, amador, feminino, mercado e administrativo.

Desenho parecido com o que o São Paulo tem hoje, onde Falcão exerceria, em termos de imagem institucional, um papel semelhante ao de Raí.

Com o ainda são paulino Alexandre Pássaro, de 30 anos, fazendo a gestão com o mercado.

O advogado passou pela Traffic, gigante do marketing esportivo envolvida nos escândalos da Fifa, e pelo Deportivo Brasil, onde cuidava da área de contratos.

Acabou sendo levado ao São Paulo por Carlos Miguel Aidar, em 2015, e tornou-se homem de confiança de Leco, o sucessor na presidência.

Entrou pelo departamento jurídico e não tardou a chegar ao futebol por ser um hábil negociador, com bom trato com o mercado.

Pessoas ligadas a Jorge Salgado dizem que, por ora, trata-se apenas de um movimento especulativo, em função da boa relação entre ambos.

Sei não – os dois têm amigos em comum, e um deles é o ex-árbitro Arnaldo César Coelho, a quem Salgado conhece do futebol de praia e do mercado financeiro.

Por certo, um entusiasta da ideia que poderá evoluir nos próximos dias.

De qualquer forma, significa que a negociação para o retorno de Rodrigo Caetano ao clube não evoluiu.

O ex-executivo do Internacional-RS não foi procurado pelos vascaínos para abrir negociação, e já está em conversas com outro clube da Série A.

Vejamos…

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠