Especulados no Vasco, Roger Machado, Tiago Nunes e Dorival Júnior querem iniciar trabalho ‘do zero’

Após a recusa de Zé Ricardo, o Vasco mira em outro velho conhecido da torcida para a vaga deixada por Ricardo Sá Pinto no cargo de técnico do clube: Vanderlei Luxemburgo. O Esporte News Mundo apurou que o treinador virou favorito – apesar de ter ala reticente -, depois da cúpula do futebol descartar a contratação de um novo treinador estrangeiro nas últimas horas.

O descarte por outro técnico estrangeiro, substituindo o português que foi demitido no início da semana, aconteceu pelo entendimento interno das diretorias de Alexandre Campello e Jorge Salgado, presidente e presidente eleito, de terem apenas 12 rodadas para o fim do Campeonato Brasileiro.

O entendimento segue na linha de que não há mais tempo para possíveis novos erros. O Vasco está na zona de rebaixamento do Brasileirão e os próximos jogos, no retorno do recesso de fim de ano na próxima semana, são fundamentais para que o Cruz-Maltino deixe as últimas posições e se garanta na elite da próxima temporada.

Com isto, segue o perfil predominante, anteriormente definido para as tratativas com Zé Ricardo: um treinador que já conheça o Campeonato Brasileiro, o elenco do Vasco, além das opções nas categorias de base que possam ajudar nas últimas rodadas da competição. E Vanderlei Luxemburgo cumpre estes requisitos.

Luxemburgo esteve no Vasco já na gestão de Alexandre Campello, que deixa o clube no meio do mês que vem. Ele trata com bons olhos a oportunidade, apesar de ainda não ter tido avanços. A dívida que o Cruz-Maltino por ele vem sendo paga pelo “Ato Trabalhista” interno criado pelo Vasco, sem processo na Justiça até o momento.

A negativa de Zé Ricardo foi recebida com surpresa no Vasco, ainda na quarta-feira. A informação inicial da recusa foi dada pelo “ge”. O ENM apurou que o clube seguirá com Vanderlei Luxemburgo a mesma linha com Zé Ricardo: sem garantir o acerto de todas as dívidas com o elenco.

Outros nomes ditos nos corredores de São Januário, Roger Machado, Tiago Nunes e Dorival Júnior não querem pegar trabalho faltando 12 rodadas para o fim do Campeonato Brasileiro, pelo que pessoas próximas falaram para a reportagem do ENM. Do trio, somente Dorival chegou a conversar nos últimos dias com o Vasco.

Enquanto aguarda as definições, o Vasco trabalha para voltar a campo no dia 7 de janeiro, quando enfrenta o Atlético-GO, fora de casa, às 21h, pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro. As duas equipes são rivais diretas na luta contra o rebaixamento.

Fonte: Esporte News Mundo

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠