Confira outros tópicos da entrevista coletiva de Vanderlei Luxemburgo após Vasco 0 x 2 Internacional

{"source_sid":"A37EF0BB-F871-4E5C-A1E8-BF5BD2380D13_1613283398639","subsource":"done_button","uid":"A37EF0BB-F871-4E5C-A1E8-BF5BD2380D13_1613283398630","source":"editor","origin":"gallery"}
Outras declarações de Luxemburgo:

Cano e o pênalti perdido

– Falei pro Cano que ele vai fazer ou vai perder. Não é a primeira vez que um jogador artilheiro perde um pênalti. A culpa da nossa posição agora não é responsabilidade dele. Errar faz parte do jogo. Outros grandes artilheiros perderam pênalti em jogos importantes. Não vou crucificar nem transferir pra ele o peso do resultado de hoje.

Mais sobre a arbitragem

– O Flávio não teria condições de apitar o jogo aqui, porque no jogo passado ele expulsou o Henrique no primeiro tempo, porque ele escorregou e o braço foi no rosto do jogador do Coritiba. Eu falei pra ele: “Você pra casa e vai ver”. Hoje ele repetiu a mesma frase no intervalo: “Quando chegar em casa eu vou ver”. É uma disputa de coisas importantes, se o Vasco cai pra segunda divisão a instituição perde dinheiro. O Caboclo (Rogério, presidente da CBF) tem uma responsabilidade muito grande, porque a comissão de arbitragem sob o comando de Gaciba vem se equivocando há tempo.

– Foram 18 erros contra o Vasco, é muito. Gaciba vem com uma série de desculpas. A coisa que chegou para melhorar a condição do futebol só trouxe problema, prejudicando muitos clubes. O VAR passou a ser o grande jogador do futebol brasileiro. O Caboclo tem que tomar uma providência com a comissão de arbitragem e ver por que tantos erros estão acontecendo. Um gol desse muda totalmente o panorama do jogo. No intervalo os jogadores estavam desestabilizados. A CBF tem que se pronunciar.

Fonte: ge

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠