Vasco pode lucrar até R$ 4 milhões com possível venda de Mateus Vital

Philippe Coutinho, vendido para a Inter de Milão em 2008 por € 3,8 milhões (cerca de R$ 10 milhões, na cotação da época), consolidou a fama de “bom formador” do Vasco. O atleta se valorizou e acabou se tornando um dos principais jogadores do futebol mundial. Talles, Graça e Andrey, promessas do elenco, são frequentemente especulados no futebol europeu. Allan, Alex Teixeira e outros destaques também foram revelados no Gigante.

Entre os principais jovens do atual elenco, Talles foi o mais sondado. O atacante é tido como uma grande promessa no time e dificilmente permanecerá por muito tempo atuando no Brasil. Surgiram boatos afirmando que a única proposta oficial teria vindo Krasnodar, que ofereceu € 10 milhões de euros (cerca de R$ 54 milhões), para fechar com o jogador. Além do camisa 11, o Vasco também está de olho na venda de outros atletas — que nem estão no clube.

Mateus Vital, por exemplo, entrou na mira do Real Salt Lake, da liga MLS. A oferta seria contratar o jogador de 23 anos por empréstimo para a temporada de 2021, com opção de compra após o período. Na primeira oferta, o clube norte-americano ofereceu US$200 mil dólares (R$ 1 milhão) pelo empréstimo, com a compra fixada em US$ 3,8 milhões de dólares (R$ 20,4 milhões) por 75% dos direitos do meia-atacante. A informação é do ‘GE.com’.

O time da MLS acena oferecer um valor ainda maior por Vital, que ainda não se manifestou. O camisa 22 tem contrato no CT Joaquim Grava até dezembro de 2023. O Gigante, segundo o ‘NBC Vasco’, detém 15% dos direitos econômicos do atleta. A expectativa do Corinthians é por uma nova oferta – no valor de US$ 5 milhões de dólares, no mínimo (cerca de R$ 26,8 milhões). Sendo assim, a diretoria poderia lucrar uma bolada na negociação.

Venda por R$ 20,4 milhões: Vasco lucra R$ 3 milhões

Venda por R$ 26,8 milhões: Vasco lucra R$ 4 milhões

Fonte: Bolavip

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠